A escuta de uma professora de língua inglesa em educação continuada: por que não sustentar a posição de louca?

  • Maralice de Souza Neves Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: educação continuada, singularidade, gozo, real, pedagogical rounds

Resumo

Este estudo apresenta a escuta de uma professora de língua inglesa em Educação Continuada (EC) feita numa reunião denominada Pedagogical Round (PR). Estas são rodadas de conversa inspiradas na Conversação em psicanálise aplicada à educação. O objetivo dessas reuniões é dar lugar à discussão das questões pedagógicas, mas também interrogar a queixa do professor em relação a sua lida com o aluno, normalmente pouco escutada em cursos de EC. Ali se pode focalizar acontecimentos estranhos possibilitando que as discussões suscitadas ultrapassem a interpretação para seguir o caminho indicado na segunda clínica da psicanálise lacaniana (a partir de 1960). Essa abordagem privilegia o que há de insondável no Real para além do Simbólico e do Imaginário, possibilitando que o professor participante caminhe para mais à frente da escuta e da explicação do passado, implicando-se, assim, em um "não-saber" do futuro. Essa posição responsabiliza o professor pelas consequências de suas ações em sala de aula a despeito das opiniões do(s) outro(s). Apresento, assim, recortes gravados e transcritos, durante um PR, no qual a professora Mirela relata ser afetada pela fúria de um aluno. Interpretamos que ela recuou diante de seu modo de satisfação em dançar na aula, inibindo, com isso, um estilo próprio de ensinar a língua. A apresentação de situações como esta é relevante para demonstrar que, para além da qualificação pedagógica dos professores em cursos de EC, é necessário escutar como cada um lida com o que lhe afeta de forma singular.

Palavras-chave: educação continuada, singularidade, gozo, real, pedagogical rounds

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maralice de Souza Neves, Universidade Federal de Minas Gerais
Faculdade de Letras da UFMG, áreas de Língua Inglesa e Linguística Aplicada. Professora Associada. Orientadora de pós-graduação stricto sensu no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (POSLIN) conceito Capes 6.
Publicado
2016-11-03
Como Citar
NEVES, M. DE S. A escuta de uma professora de língua inglesa em educação continuada: por que não sustentar a posição de louca?. Letras & Letras, v. 32, n. 3, p. 68-79, 3 nov. 2016.