A REGIONALIZAÇÃO DA SAÚDE: O CAMINHO PARA O SUS EM TODOS OS TERRITÓRIOS?

  • Michele Rocha El Kadri
Palavras-chave: Política pública em saúde, Modelos de atenção em saúde, Regionalização, Amazônia

Resumo

Em 2016, a Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas convidou instituições públicas de diversos setores para contribuir com suas experiências descentralizadas no debate da regionalização. Em comum, a extensão territorial, a dispersão populacional e condições de acessibilidade foram os desafios destacados. Na saúde a proposição de uma alternativa que responda adequadamente as demandas do território e que ao mesmo tempo esteja em conformidade com as orientações nacionais, levantaram o debate sobre exequibilidade da regionalização tal qual planejada normativamente em um estado de características tão singulares. Neste texto, elegemos dois pressupostos que orientam a regionalização para debater a capacidade desse arranjo em de fato responder as necessidades do Estado do Amazonas: organização de regiões para garantir economia de escala e a continuidade do espaço geográfico entre municípios limítrofes. Apresentamos algumas proposições que estão a ser debatidas localmente e que precisam estar contempladas dentro do arranjo nacional de modo a contemplar a realidade local, ultrapassando o instituído hegemonicamente. A regionalização como toda estratégia é pensada em pequena escala, contudo para que de fato alcance seus objetivos num estado como o Amazonas é preciso aumentar escala para reconhecer detalhes locais e assim adotar alternativas de fato regionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-11-22
Como Citar
KADRI, M. R. E. A REGIONALIZAÇÃO DA SAÚDE: O CAMINHO PARA O SUS EM TODOS OS TERRITÓRIOS? . Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 15, n. 33, p. 67-76, 22 nov. 2019.
Seção
Artigos