A TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, BRASIL: O CASO DOS ÓBITOS POR ALGUMAS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS E NEOPLASIAS NOS ANOS DE 2007 A 2017

  • Geovandir André Lordano Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGGEO/CPAQ Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Brasil
  • Daiane Santana Santos Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGGEO/CPAQ Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Brasil
  • Eva Teixeira dos Santos Programa de Pós-Graduação em Geografia – PPGGEO/CPAQ Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Brasil
Palavras-chave: TabNet, Perfil de Mortalidade, Transição Demográfica, Condições Sanitárias, Agrotóxicos

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo analisar no contexto do estado de Mato Grosso do Sul - Brasil, a ocorrência dos óbitos por doenças pertencentes aos grupos: CID-10: A00 – B99 - Algumas doenças infecciosas e parasitárias; e C00-D48 - Neoplasias, nos anos de 2007 a 2017. A metodologia é a de pesquisa descritiva, utilizando-se da técnica de pesquisa documental e eletrônica sobre o tema e sobre o objeto analisado. Os dados secundários são fornecidos pela plataforma TabNet, da Secretária de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul. Após análise dos dados, tem-se que o caso de óbitos por doenças do grupo CID-10: A00 – B99 - Algumas doenças infecciosas e parasitárias - teve um declínio de 9,59% no coeficiente de mortalidade e redução de 9,90% em seu peso entre o número total de óbitos no estado. Já o grupo CID-10 C00-D48 – Neoplasias – apresenta um aumento de 23,67% no coeficiente de mortalidade e 23,13% em seu peso entre o total de óbitos em Mato Grosso do Sul. Logo, pode-se concluir que o estado sul-mato-grossense se encontra em um processo de transição epidemiológica, com considerável variação em seu perfil de mortalidade, pressionada pela significativa alta da ocorrência das neoplasias no período, evidenciando a necessidade de políticas em saúde destinadas ao novo perfil de mortalidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-27
Como Citar
LORDANO, G. A.; SANTOS, D. S.; TEIXEIRA DOS SANTOS, E. A TRANSIÇÃO EPIDEMIOLÓGICA NO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, BRASIL: O CASO DOS ÓBITOS POR ALGUMAS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS E NEOPLASIAS NOS ANOS DE 2007 A 2017. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 15, n. 34, p. 129 - 143, 27 dez. 2019.
Seção
Artigos