O OLHAR DOS ADOLESCENTES SOBRE A VIOLÊNCIA E O LAZER NOS TERRITÓRIOS PELAS LENTES DO PHOTOVOICE

  • Ailton Souza Aragão Instituto de Ciências da Saúde/Departamento de Saúde Coletiva - DeSCo
  • Rosimár Alves Querino Instituto de Ciências da Saúde/Departamento de Saúde Coletiva - DeSCo
  • Luana Cristina Silveira Gomes
  • Luciana Trajano da Silva
  • Maria Carolina Bizinoto Caetano
  • Otávio Loyola Martins
  • Ana Angelina Amatângelo Oliveira
  • Ana Carolina Graner Araújo Oliveira
  • Maria Lopes Santos
  • Fabiano Henrique Oliveira Sabino
Palavras-chave: Adolescentes, Território, Violência.

Resumo

A violência noticiada sob a forma de espetáculo favorece a produção de julgamentos apressados que ocultam seus determinantes sociais e engendram intervenções que reforçam a lógica ostensiva e a reclusão dos segmentos populacionais historicamente vulnerados, dentre estes, os adolescentes. Considerando-os como sujeitos de direitos e produtores de uma linguagem própria, as fotografias permitem desvelar os discursos que criminalizam a pobreza. A pesquisa objetivou analisar a apreensão de 77 adolescentes frequentadores de um programa de fortalecimento de vínculos e convivência comunitária denominado ProJovem Adolescente, funcionamento nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), sobre seus territórios durante o ano de 2015 e 2016. Adotou-se o “photovoice”, seguido da audiogravação, transcrição das narrativas, categorização e análise de conteúdo temática. As imagens e as narrativas categorizadas retratam a violência e os limites para o lazer nos territórios: as pichações nas praças, as depredações de equipamentos de uso público; a presença de terrenos baldios e, fundamentalmente, o medo promovido pelo tráfico de drogas. As vulnerabilidades territoriais, como a ausência de equipamento públicos, evidenciam a violência estrutural que fragiliza e reduz a proteção aos riscos da violência, a qual colabora para a estigmatização das comunidades. A linguagem fotográfica e as narrativas estimulam o engajamento dos adolescentes e colabora para o empoderamento dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ailton Souza Aragão, Instituto de Ciências da Saúde/Departamento de Saúde Coletiva - DeSCo
Bahcarel em Ciências Sociais. Mestre em sociologia. Doutor em Saúde coletiva. Docente Adjunto II da UFTM-ICS-DMS.
Rosimár Alves Querino, Instituto de Ciências da Saúde/Departamento de Saúde Coletiva - DeSCo
Bahcarel em Ciências Sociais. Mestre em sociologia. Doutora em Saúde coletiva. Docente Adjunto II da UFTM-ICS-DMS.
Luana Cristina Silveira Gomes
Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídic Instituto Paulista de Estudos Bioéticos e Jurídicos.
Luciana Trajano da Silva
Psicóloga Residente pela Universidade Federal de Uberlândia
Maria Carolina Bizinoto Caetano
Psicóloga
Otávio Loyola Martins
Psicólogo
Ana Angelina Amatângelo Oliveira
Graduanda em Psicologia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Ana Carolina Graner Araújo Oliveira
Graduanda em Psicologia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Maria Lopes Santos
Graduanda em Psicologia pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Fabiano Henrique Oliveira Sabino
Graduando em Enfermagem pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Publicado
2019-07-03
Como Citar
SOUZA ARAGÃO, A.; ALVES QUERINO, R.; SILVEIRA GOMES, L. C.; TRAJANO DA SILVA, L.; BIZINOTO CAETANO, M. C.; LOYOLA MARTINS, O.; AMATÂNGELO OLIVEIRA, A. A.; GRANER ARAÚJO OLIVEIRA, A. C.; LOPES SANTOS, M.; OLIVEIRA SABINO, F. H. O OLHAR DOS ADOLESCENTES SOBRE A VIOLÊNCIA E O LAZER NOS TERRITÓRIOS PELAS LENTES DO PHOTOVOICE. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 15, n. 31, p. 1 - 15, 3 jul. 2019.
Seção
Artigos