A (IN)ACESSIBILIDADE AOS SERVIÇOS DE SAÚDE EM DOURADOS - MS: O CASO DOS MORADORES DO LOTEAMENTO DIOCLÉCIO ARTUZI I E II

  • Matheus Martins de Araújo Irabi
  • Nágela Maluf Lemes Ferreira Graduanda em Medicina na Universidade Federal da Grande Dourados.
  • Alexandre Bergamin Vieira Prof. Dr. de Geografia da Universidade Federal da Grande Dourados.

Resumo

Aquiescer-se com a realidade socioespacial das cidades na atualidade tem se tornado um exercício cada vez mais inverossímil, devido a banalização da pobreza e das desigualdades alentadas por políticas públicas reversas, cuja implementação visaria equiparar as desigualdades, mas resulta em profundas contradições que agudizam os processos excludentes nas cidades brasileiras. Duas das maiores preocupações da população brasileira habitante da antítese do meio urbano é o "sonho" - que na verdade é um direito - à casa própria e o acesso aos serviços de saúde. Buscando compreender as contradições das políticas públicas setoriais, habitacionais e de saúde, este artigo faz um recorte dessa realidade, ao enfocar o acesso aos serviços de saúde pública na cidade de Dourados pelos moradores dos loteamentos Dioclécio Artuzi I e II, implementados a partir do Programa Minha Casa Minha Vida, na borda urbana sul da cidade, desprovida das infraestruturas sociais e urbanas. Para tal estudo foram realizadas pesquisas bibliográficas em torno das políticas públicas brasileiras e também a aplicação de questionários em Trabalho de Campo no loteamento. Sabe- se que a situação de acesso aos serviços de saúde pública no país é complexa e enfrenta diversos desafios. Localmente, pode-se afirmar que os moradores dos loteamentos analisados não fogem dessa mesma realidade, concluindo-se a percepção de diversos caminhos para a melhora coletiva do uso de recursos públicos, da administração correta das políticas efetivadas e também a necessidade de mudança na forma de se pensar e viver a Cidade, com políticas públicas integradas e efetivas e não isoladas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matheus Martins de Araújo Irabi

Graduando em Geografia na Universidade Federal da Grande Dourados

Publicado
2017-12-07
Como Citar
MARTINS DE ARAÚJO IRABI, M.; MALUF LEMES FERREIRA, N.; BERGAMIN VIEIRA, A. A (IN)ACESSIBILIDADE AOS SERVIÇOS DE SAÚDE EM DOURADOS - MS: O CASO DOS MORADORES DO LOTEAMENTO DIOCLÉCIO ARTUZI I E II. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 26, p. 58 - 70, 7 dez. 2017.
Seção
Artigos