ANÁLISE E ESPACIALIZAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE DENGUE NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ANÁPOLIS-GO, PER͍ODO DE 2010-2016

  • Fernando Honorato Nascimento INSTITUTO FEDERAL DE EDUCA
  • Leonardo Batista Pedroso INSTITUTO FEDERAL DE EDUCA
Palavras-chave: Dengue. Microrregião de Anápolis. Incidência.

Resumo

A dengue é concebida como um dos principais desafios da saúde pública mundial. Objetivou-se analisar a incidência da dengue na microrregião geográfica de Anápolis, Estado de Goiás, Brasil; para o período que compreende os anos entre 2010 e 2016. Realizou-se uma pesquisa observacional, quantitativa, descritiva e exploratória. Foram obtidos dados junto à Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde do Governo do Estado de Goiás - SES-GO, ligada também ao Banco de Dados do Sistema Único de Saúde - DATASUS. Os dados compreendem as manifestações clínicas da dengue registradas no CID-10, sendo elas: Dengue Clássica, Febre Hemorrágica de Dengue e Dengue com Complicações. O coeficiente de incidência de dengue para os municípios foi calculado, permitindo a estratificação em classes de frequência, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde - OMS, adicionando-se uma categoria, relativa às "altíssimas incidências". A Microrregião de Anápolis chegou a apresentar 17.400 casos no ano de 2016. Os resultados demonstraram que a dengue se comportou de maneiras distintas entre os anos de 2010 e 2016. Durante todo o período analisado, os dados acusam situação epidêmica, isto é, com coeficientes muito acima dos limites considerados dentro do padrão de controle e/ou normalidade da OMS. A análise da situação da dengue na Microrregião de Anápolis revela um grave problema de saúde pública para a grande maioria dos municípios presentes na área de estudo, o que demonstra a importância da observação pelos gestores de saúde de que os altíssimos índices registrados endossam a necessidade de reavaliar políticas e métodos de controle da doença e do vetor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Honorato Nascimento, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCA
Possui Graduação em FARMÁCIA pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS (1997), LICENCIATURA EM QUÍMICA pela UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS (2001), Especialização em Química pela UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS-MG, Especialização em VIGIL
Publicado
2017-09-28
Como Citar
NASCIMENTO, F. H.; PEDROSO, L. B. ANÁLISE E ESPACIALIZAÇÃO DA INCIDÊNCIA DE DENGUE NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ANÁPOLIS-GO, PER͍ODO DE 2010-2016. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 25, p. 107 - 120, 28 set. 2017.
Seção
Artigos