CONDICIONANTES SOCIOAMBIENTAIS DO MODELO (RE)PRODUTIVO DA ESQUISTOSSOMOSE NA REGIÃO ENDÊMICA DO MUNICÍPIO DE ARACAJU/SE

  • Márcia Eliane Silva Carvalho Universidade Federal de Sergipe
  • Francisco de Assis Mendonça DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
Palavras-chave: Endemias, Esquistossomose, Estudo Ecológico

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a distribuição espacial da esquistossomose no município de Aracaju (SE) no período de 2005 a 2014, buscando identificar o modelo (re)produtivo da doença a partir dos condicionantes socioambientais e espaciais. Trata-se de estudo ecológico descritivo, baseado na pesquisa bibliográfica e documental. Neste período, foram registrados 8.662 casos da endemia no município. A Subzona Periférica Sul, que abrange os bairros Santa Maria, São Conrado e Zona de Expansão, apresentou a maior incidência de esquistossomose, sendo que os dois primeiros bairros apresentam a mais baixa renda média da cidade e precariedade no sistema de saneamento básico, com focos de ocorrência da Biomphalaria glabrata. Ainda contribuem para a (re)produção da esquistossomose: elevado índice de casos não tratados (55%); pouco efetivo técnico para a busca ativa; ausência de ações permanentes em educação em saúde; ausência de ações intersetoriais visando elevar a qualidade ambiental e de vida sobretudo na periferia da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Eliane Silva Carvalho, Universidade Federal de Sergipe
Professora Doutora do Departamento de Geografia e do Mestrado Profissional em Rede Nacional para o Ensino das Ciências Ambientais da Universidade Federal de Sergipe
Francisco de Assis Mendonça, DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
Possui Graduação (UFG, 1983), Mestrado (Geografia Física / Meio ambiente - USP, 1990), Doutorado (Clima e planejamento urbano - USP, 1995) e Pós-doutorado (Epistemologia da Geografia - Université Sorbonne/Paris I/França, 2005 ; Estudo do ambiente urbano - Universidad de Chile - 2014) em Geografia.
Publicado
2017-06-22
Como Citar
CARVALHO, M. E. S.; MENDONÇA, F. DE A. CONDICIONANTES SOCIOAMBIENTAIS DO MODELO (RE)PRODUTIVO DA ESQUISTOSSOMOSE NA REGIÃO ENDÊMICA DO MUNICÍPIO DE ARACAJU/SE. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 24, p. 70 - 91, 22 jun. 2017.
Seção
Artigos