CONSIDERAÇÕES SOBRE A DENGUE E VARIÁVEIS DE IMPORTÂNCIA À INFESTAÇÃO POR AEDES AEGYPTI

  • Claudia Brandelero Rizzi Professora Ciência da Computação Unioeste - Campus de Cascavel
  • Rogério Luis Rizzi Professor Matemática Unioeste - Campus de Cascavel
  • Pétterson Vinícius Pramiu Instituto de Ciências Matemáticas e Computacionais - ICMC/USP
  • Emerson Hoffmann Graduando em Ciência da Computação Unioeste, Campus de Cascavel
  • Claudia Torres Codeço Pesquisadora Fundação Oswaldo Cruz
Palavras-chave: Dengue, Aedes Aegypti, Georreferenciamento, Variáveis Meteorológicas

Resumo

A dengue representa um problema de saúde pública. Estima-se que em âmbito mundial ocorra cerca de 50 milhões de infecções por ano. O principal vetor dessa doença, e também de outras mais recentes como Chikungunya e Zika, é o mosquito Aedes aegypti que se favorece das condições meteorológicas e dos hábitos humanos. O presente estudo objetivou discutir a dengue e sua relação com variáveis ambientais. Para isso, é apresentado um estudo bibliográfico relativo a trabalhos semelhantes realizados no Brasil, no período de 1999 a 2015. É também apresentado um estudo de caso no município de Cascavel/PR, Brasil, entre agosto de 2012 e abril de 2016. Dentre as discussões realizadas, aponta-se que, embora se saiba que a dengue decorre de uma combinação de fatores que envolvem o ser humano, o vírus, o vetor e o ambiente, pouco se sabe sobre a relação combinada desses elementos, devido as diversas variáveis em questão, e também as dificuldades na obtenção dos dados. As condições meteorológicas são relevantes, mas não determinantes na proliferação da doença. O espalhamento e a persistência desta virose estão condicionados à sobrevivência e reprodução do seu vetor, a fêmea do mosquito Aedes aegypti. Na ausência de vacina eficaz, a maneira adequada para o combate à dengue, ainda é a gestão de ações de prevenção, controle e educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-06-22
Como Citar
RIZZI, C. B.; RIZZI, R. L.; PRAMIU, P. V.; HOFFMANN, E.; CODEÇO, C. T. CONSIDERAÇÕES SOBRE A DENGUE E VARIÁVEIS DE IMPORTÂNCIA À INFESTAÇÃO POR AEDES AEGYPTI. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 24, p. 24 - 40, 22 jun. 2017.
Seção
Artigos