A ÁGUA E SUAS CORRELAÇÕES COM DOENÇAS NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE-PB

  • Julia Diniz de Oliveira Universidade Federal de Campina Grande
  • Antônio Cardoso Silva Filho Universidade Estadual da Paraíba
  • Janaína Barbosa da Silva Universidade Federal de Campina Grande
Palavras-chave: Armazenamento de água. Risco para a saúde. Geografia.

Resumo

A relação entre o armazenamento e abastecimento de água e as condições de saúde é objeto de discussão de diversas áreas do conhecimento científico. Esta pesquisa tem como objetivo analisar a interferência das condições de abastecimento e armazenamento de água na saúde humana em Campina Grande-PB. Para tanto, foram utilizados os seguintes procedimentos metodológicos: a) caracterização da área de estudo; b) levantamento de dados; c) coleta de água e análise microbiológica; d) aplicação de formulários; e) espacialização em ambiente de Sistema de Informação Geográfica. Foi constatado que existem variações na Cidade quanto a distribuição espacial da dengue, leptospirose e hepatite tipo A. O Serrotão, Bairro das Cidades e Jeremias foram os bairros que incidiram com o maior número de casos destes tipos de doenças. No que tange a análise microbiológica da água, foi constatado que 76,6% da água armazenada nas residências destas localidades, apresentam coliformes fecais, sendo este um indicador de risco eminente a saúde pública na Cidade. De modo geral, percebeu-se uma ausência de conhecimentos e de coesão social entre a população dos correspondentes bairros investigados, o que amplia ainda mais as condições de risco e vulnerabilidade a saúde da população.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-06-22
Como Citar
DE OLIVEIRA, J. D.; SILVA FILHO, A. C.; DA SILVA, J. B. A ÁGUA E SUAS CORRELAÇÕES COM DOENÇAS NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE-PB. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 24, p. 92 - 109, 22 jun. 2017.
Seção
Artigos