ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS E PARASITOLÓGICOS DE CATADORES(AS) DE UMA COOPERATIVA DE TRIAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS

  • Vânia Raquel Duarte Pereira Universidade Federal de Pelotas
  • Juliana Carriconde Hernandes Universidade Federal de Pelotas
  • Kunde Corrêa Universidade Federal de Pelotas
  • Luciara Bilhalva Corrêa Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Parasitos intestinais, Resíduos sólidos urbanos, Educação sanitária e ambiental

Resumo

Este estudo teve como objetivo analisar os aspectos parasitológicos e socioambientais de catadores(as) de materiais recicláveis que trabalham na cooperativa COOTAFRA da cidade de Pelotas-RS. Voluntariamente, 10 trabalhadores aceitaram participar da pesquisa, de um universo de 12 catadores. Foi aplicado um questionário semiestruturado e requisitadas três amostras fecais (em dias alternados), para a análise parasitológica através dos testes de Faust e Ritchie. A prevalência para enteroparasitos foi de 70%, sendo o helminto Trichuris trichiura o mais frequente (50%). Entamoeba coli (30%), Giardia lamblia (10%), Endolimax nana (10%) e Strongyloides stercoralis (10%) também foram diagnosticados. Casos de poliparasitismo foram observados. No grupo investigado, foram detectados possíveis fatores que podem provocar a infecção entérica, como: baixo nível escolar; a ocorrência de acidentes no trabalho; estrutura de saneamento básico deficiente, principalmente em relação ao esgoto sanitário; o uso de dejetos de animais na adubação da horta e o contato com animais domésticos. É preciso ações de educação sanitária e ambiental, realização de exames parasitológicos periódicos e garantir acesso aos serviços de saneamento básico, a fim de favorecer o controle das enteroparasitoses nesta população, já que essa categoria sofre um processo histórico de negação de direitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vânia Raquel Duarte Pereira, Universidade Federal de Pelotas
Engenheira Sanitarista e Ambiental
Juliana Carriconde Hernandes, Universidade Federal de Pelotas
Programa de pós-graduação em Parasitologia, Instituto de Biologia, Universidade Federal de Pelotas
Kunde Corrêa, Universidade Federal de Pelotas

PhD em redução da poluição e diminuição do impacto ambiental de atividades agropecuárias. Centro de Engenharias. Núcleo de Educação, Pesquisa e Extensão em Resíduos e Sustentabilidade. 

Luciara Bilhalva Corrêa, Universidade Federal de Pelotas
Doutora em Educação Ambiental. Centro de Engenharias. Núcleo de Educação, Pesquisa e Extensão em Resíduos e Sustentabilidade.
Publicado
2016-08-12
Como Citar
PEREIRA, V. R. D.; HERNANDES, J. C.; CORRÊA, K.; CORRÊA, L. B. ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS E PARASITOLÓGICOS DE CATADORES(AS) DE UMA COOPERATIVA DE TRIAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 12, n. 22, p. 123 - 133, 12 ago. 2016.
Seção
Artigos