PERFIL DE PESSOAS COM HEMOCROMATOSE ATENDIDAS EM UM CENTRO HEMOTERÁPICO DO VALE DO TAQUARI/RS, DE 2008 A 2012

  • Daiane Wahlbrink
  • Claudete Rempel
  • Claudete Moreschi
  • Carmen Neri Fernández Pombo
  • Daniel Silveira da Silva
  • Franciele Dietrich Centro Universitário UNIVATES
Palavras-chave: Diabetes bronzeada, Ferro, Perfil de saúde

Resumo

Estudo transversal, retrospectivo que verifica o perfil de pessoas com hemocromatose registradas no Centro Hemoterápico do Vale do Taquari (Hemovale), RS/Brasil atendidas de 2008 a 2012. Foram coletadas, através de registros documentais as variáveis: prevalência de hemocromatose (PH) sexo, idade, peso, pressão arterial (PA), frequência cardíaca (FC), temperatura axilar (TA), volume de sangue retirado para flebotomia e hematócrito. A PH foi de 285 casos. Os homens correspondem a 92% das pessoas atendidas no hemocentro. A faixa etária variou de 24 a 81 anos, sendo que a média de idade foi de 53,37 (10,79). O peso variou entre 54 e 158 Kg. Referente aos sinais vitais, houve variação da PA sistólica de 100 a 180 mmHg, e PA diastólica de 60 e 100 mmHg. Após o tratamento houve uma redução média da PA para 130,69 (15,41) e 82,26 (9,56) respectivamente. Em relação à FC houve diminuição da média de 77,54 (9,59) para 76,72 (8,78) e da TA de 36,11 (0,42) para 35,94 (2,06). O volume sanguíneo retirado variou de 300 a 500 mL. O hematócrito variou de 33% a 57%. Conclui-se que nessa região homens são mais acometidos com hemocromatose, sendo a média de idade maior no sexo feminino.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-06-22
Como Citar
WAHLBRINK, D.; REMPEL, C.; MORESCHI, C.; FERNÁNDEZ POMBO, C. N.; SILVEIRA DA SILVA, D.; DIETRICH, F. PERFIL DE PESSOAS COM HEMOCROMATOSE ATENDIDAS EM UM CENTRO HEMOTERÁPICO DO VALE DO TAQUARI/RS, DE 2008 A 2012. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 13, n. 24, p. 189 - 198, 22 jun. 2017.
Seção
Artigos