PADRÕES ESPACIAIS DA INCIDÊNCIA DE LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA NO ESTADO DE SÃO PAULO

  • Camila de Moraes Santos Gomes Departamento de Medicina - Universidade de Taubaté
  • Milena Cristina Silva Almeida Acadêmica de Medicina.
  • Luiz Fernando Nascimento Universidade de Taubaté
Palavras-chave: Leucemia linfoide aguda, Geografia médica, sistemas de informação geográfica, Epidemiologia

Resumo

A leucemia linfoide aguda é neoplasia maligna mais comum em crianças. O objetivo deste estudo foi identificar padrões espaciais da incidência de leucemia linfoide aguda em crianças no Estado de São Paulo, entre 2000 e 2009, e associá-los a possíveis exposições a poluentes ambientais. Foi um estudo ecológico e exploratório com dados obtidos da Fundação Oncocentro de São Paulo e utilizando as ferramentas da análise espacial obtendo os valores dos índices de Moran e construindo mapas temáticos com as taxas de incidência de leucemia, com os dados do Box Map e do estimador de Kernel. Foram identificados 1637 casos novos de leucemia linfoide aguda no estado de São Paulo. As taxas encontradas variaram de 0,0 até 47,6 casos por 100.000 habitantes. Municípios com maiores taxas: Cândido Rodrigues com 47,6 casos por 100.000 habitantes e Santa Rita D´Oeste com 35,0. Obteve-se um índice Global de Moran de I = 0,08 (p = 0,01). O Box Map identificou 96 municípios com alta prioridade de intervenção por parte dos gestores da saúde. O estimador de Kernel permitiu visualizar uma densidade maior de taxas na região noroeste do estado que coincide com a região em que há maior produção de laranja. Os resultados apresentados neste estudo fornece informações aos gestores de saúde para identificar possíveis fatores associados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila de Moraes Santos Gomes, Departamento de Medicina - Universidade de Taubaté
Acadêmica de Medicina.
Luiz Fernando Nascimento, Universidade de Taubaté
Doutor em Saúde Pública - USP
Publicado
2014-12-17
Como Citar
SANTOS GOMES, C. DE M.; ALMEIDA, M. C. S.; NASCIMENTO, L. F. PADRÕES ESPACIAIS DA INCIDÊNCIA DE LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA NO ESTADO DE SÃO PAULO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 10, n. 19, p. 1 - 7, 17 dez. 2014.
Seção
Artigos