TERRITÓRIO: DAS DIFERENTES ACEPÇÕES À DINÂMICA DO USO PELOS GRANDES EMPREENDIMENTOS E AS IMPLICAÇÕES NA SAÚDE COLETIVA

  • Joana D'Arc Vieira Couto Astolphi Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

Nesse estudo pretende-se, a partir do arcabouço teórico referente à categoria território, estabelecer um debate acerca das diferentes acepções a seu respeito, bem como, do desenvolvimento territorial, vinculado ao processo de apropriação e/ou uso na dinâmica dos grandes empreendimentos hidrelétricos no Rio Araguari e a relação com a saúde no município de Nova Ponte. O objetivo do presente trabalho é apreender o que é território do cotidiano, as diferentes acepções desde a de território- Estado Nação, passando pela de território- Poder ao território- Político até a de território Simbólico-Cultural, e relacioná-las ao processo de uso pelos grandes empreendimentos hidrelétricos e os efeitos sociais gerados. Na proposição de uma reflexão teórica crítica direcionada a realidade da população submetida ao deslocamento compulsório pela construção de um empreendimento hidrelétrico, deva ser dada a ênfase a visão de território simbólico-cultural aliado ao processo de saúde- doença da referida população. A escolha metodológica terá por base o aporte teórico, e os seminários ofertados no decorrer da disciplina voltada, especificamente, para a temática- território, acrescida de revisões bibliográficas de outros autores ligados ao tema central e potencializada pelas reflexões articuladas ao projeto de pesquisa de mestrado, sobre os "Efeitos Sociais de Grandes Empreendimentos Hidrelétricos no rio Araguari: a relação entre o uso do território e a saúde coletiva no município de Nova Ponte- MG". Os moradores de Nova Ponte, submetidos ao deslocamento compulsório, procedentes do meio rural e/ou urbano (cidade velha), constituem sujeitos imprescindíveis para a contextualização do uso do território. O processo reflexivo oportunizou uma interlocução das questões teóricas referente ao território, balizada pelas diferentes acepções aos apontamentos da dinâmica do uso pelos grandes empreendimentos hidrelétricos no Rio Araguari e o município de Nova Ponte. Este estudo foi desenvolvimento na tríade: territórios do cotidiano e suas diferentes acepções teóricas; a construção de barragem e o deslocamento compulsório e por fim, não menos importante, o uso do território e a saúde da população local.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-07-23
Como Citar
ASTOLPHI, J. D. V. C. TERRITÓRIO: DAS DIFERENTES ACEPÇÕES À DINÂMICA DO USO PELOS GRANDES EMPREENDIMENTOS E AS IMPLICAÇÕES NA SAÚDE COLETIVA. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 10, n. 18, p. 149 - 166, 23 jul. 2014.
Seção
Artigos