APLICAÇÃO DO MÉTODO SCAN PARA A DETECÇÃO DE CONGLOMERADOS ESPACIAIS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO OCORRIDOS EM JOÃO PESSOA-PB

  • Ana Paula de Jesus Tomé Pereira Universidade Federal da Paraíba
  • Ronei Marcos de Moraes Universidade Federal da Paraíba
  • Rodrigo Pinheiro de Toledo Vianna Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Acidente de trânsito. Conglomerado espacial. Método Scan.

Resumo

Este estudo objetivou identificar um padrão na distribuição espacial dos acidentes de trânsito com vítimas em João Pessoa, utilizando os dados do SAMU, entre 2010 e 2011. Trata-se de um estudo de base populacional, com uso de dados secundários para descrever o risco relativo e a distribuição espacial dos acidentes de trânsito utilizando o método Scan. Das 10.070 ocorrências, 1.793 (17,8%) vítimas apresentaram hálito etílico e 85 (0,8%) morreram no local do acidente. A maior parte das vítimas foi do sexo masculino (74,5%), pertencente à faixa etária de 20 a 29 anos (37,7%). A maioria dos veículos envolvidos foi composta por motocicletas (52,8%) e a colisão foi o tipo de acidente mais frequente (46,2%). Na análise do risco relativo e da distribuição espacial, verificou-se que os bairros com alto risco relativo e que formaram conglomerados espaciais significativos concentraram-se nas regiões norte, noroeste e nordeste do município. Estas informações podem ser fundamentais para o planejamento e melhor alocação de recursos humanos e materiais, visando prevenção e/ou combate dos acidentes de trânsito em João Pessoa. Eventualmente, ações educativas poderão ser implementadas nos locais indicados pela análise e voltadas

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-07-23
Como Citar
PEREIRA, A. P. DE J. T.; MORAES, R. M. DE; VIANNA, R. P. DE T. APLICAÇÃO DO MÉTODO SCAN PARA A DETECÇÃO DE CONGLOMERADOS ESPACIAIS DOS ACIDENTES DE TRÂNSITO OCORRIDOS EM JOÃO PESSOA-PB. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 10, n. 18, p. 82 - 97, 23 jul. 2014.
Seção
Artigos