INFLUÊNCIA DA PLUVIOSIDADE E TEMPERATURA AMBIENTE NA LONGEVIDADE E FECUNDIDADE DOS AEDES AEGYPTI E ALBOPICTUS NA CIDADE DE GUARAPUAVA-PR E POSSIBILIDADE DE SUPERINFESTAÇÃO

  • Luciana Conrado Ajuz Secretaria Municipal de Saúde de Guarapuava.
  • Leandro Redin Vestena Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO.
Palavras-chave: bioclimatologia, pluviosidade, temperatura do ar, mosquito aedes, Guarapuava.

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo analisar a possibilidade de superinfestação dos mosquitos Aedes aegypti e albopictus na cidade de Guarapuava-PR, região Sul do Brasil. Para tal avaliaram-se as variáveis climáticas temperatura e pluviosidade e os limites de tolerância ao desenvolvimento e proliferação dos mosquitos Aedes aegypti e albopictus, mais especificamente, a temperatura mínima, máxima e a chuva como fator limitante, além de monitorar armadilhas larvitrampas, com a finalidade de identificar a presença ou não dos mosquitos Aedes na cidade de Guarapuava, e de levantar o número de casos de dengue registrados na cidade. Os resultados obtidos apontam que apesar do fator limitante da temperatura mínima ao desenvolvimento dos mosquitos Aedes aegypti e albopictus na cidade, em determinados períodos do ano foram identificados focos dos mosquitos que podem potencializar a ocorrência de uma superinfestação dos mosquitos Aedes aegypti e albopictus na cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Conrado Ajuz, Secretaria Municipal de Saúde de Guarapuava.
Departamento de Vigilância Sanitária de Guarapuava. Geógrafa pela Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO.
Leandro Redin Vestena, Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO.
Professor do Departamento de Geografia. Geógrafo e Mestre em Geografia pela UFPR. Doutor em Engenharia Ambiental pela UFSC. Bolsista Produtividade Fundação Araucária.
Publicado
2014-07-22
Como Citar
CONRADO AJUZ, L.; REDIN VESTENA, L. INFLUÊNCIA DA PLUVIOSIDADE E TEMPERATURA AMBIENTE NA LONGEVIDADE E FECUNDIDADE DOS AEDES AEGYPTI E ALBOPICTUS NA CIDADE DE GUARAPUAVA-PR E POSSIBILIDADE DE SUPERINFESTAÇÃO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 10, n. 18, p. 1 - 18, 22 jul. 2014.
Seção
Artigos