ADEQUAÇÃO ESPACIAL EM APARTAMENTOS: AVALIAÇÃO PÓS-OCUPAÇÃO DE HABITAÇÕES DE CLASSE-MÉDIA NA CIDADE DE UBERLÂNDIA.

Lara Aline Souto Melo, Simone Barbosa Villa

Resumo


O presente artigo apresenta análise da adequação espacial em edifícios de apartamentos a partir dos resultados da avaliação pós-ocupação em empreendimentos destinados à classe-média na cidade de Uberlândia – MG. Foram avaliados três edifícios de apartamentos elencados segundo critérios pré-estabelecidos, entre 2012 e 2013. A avaliação foi focada nos aspectos funcionais e comportamentais dos espaços e teve como objetivo identificar as necessidades dos moradores, comportamentos no espaço habitável, apropriações e usos. Para tal foram utilizados diversos métodos: análise walkthrough, pesquisa de perfil familiar, questionário, análise dos usos, grupo focal e entrevistas. Os resultados apontam que sobreposição de atividades, diminuição da privacidade, inadequação entre mobiliários, compartimentos e ações realizadas, são alguns dos aspectos que podem ser percebidos nestes apartamentos. O presente trabalho se insere em pesquisa mais ampla intitulada “[PROJETO APTO] Procedimentos projetuais para obtenção da qualidade espacial de edifícios de apartamentos", que pretende contribuir na obtenção de resultados projetuais economicamente viáveis e com níveis de habitabilidade ampliados.


 


Palavras-chave


Adequação espacial, apartamentos, avaliação pós-ocupação, classe-média.

Texto completo:

PDF