AS TENSÕES SOCIOAMBIENTAIS DA EXPANSÃO DAS LAVOURAS DE CANA-DE-AÇÚCAR E O PAPEL DAS TECNOLOGIAS NA PRODUÇÃO CAMPONESA - MUNICIPIO DE UBERLÂNDIA - MG

  • Jéssica Soares Freitas Universidade Federal de Uberlândia
  • Rosselvelt Jose Santos Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Tecnologia, Sucroalcooleira, Soja, Leite, Camponeses

Resumo

O avanço tecnológico sucroenergético proporcionou e ainda proporciona um aumento cada vez mais rápido da implantação de usinas sucroalcooleiras em territórios ainda não ocupados por ela. No entanto, em vários destes territórios há ocupações anteriores ao processo, causando tensões nos territórios de desejo. A produção de leite, tão presente no cerrado, perde territórios, mas, mesmo assim, continua a se fortalecer no campo por meio da utilização de técnicas cada vez mais eficazes. Os grãos, mercado consolidado, criam formas de fazer com que a população local escolha arrendar terras para eles e não para a cana mostrando contratos que beneficiam os produtores. O presente estudo visa analisar como se dá este fato no município de Uberlândia-MG e como ele afeta as comunidades rurais ali presentes. Observando os territórios do leite e dos grãos, culturas que precedem à cana-de-açúcar, tentamos compreender os motivos do município estar atrasado em relação a seus vizinhos no processo de produção sucroalcooleira. Além de demonstrar as estratégias tanto graneleiras quanto das comunidades para "frear" o processo de expansão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-16
Seção
Geografia