"OS GRANDES PROBLEMAS SANITÁRIOS": CIÊNCIA, URBANISMO E HIGIENE NO PLANO DE REMODELAÇÃO DO RIO DE JANEIRO NA DÉCADA DE 1930

  • Suelen Caldas de Sousa Simião Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: discurso médico, urbanismo, remodelação urbana

Resumo

Tomando-se as origens multidisciplinares dos estudos urbanos, bem como da relação com o processo médico-sanitário, as publicações realizadas por engenheiros e arquitetos em revistas de engenharia e arquitetura do Brasil, constituem-se em documentação importante para os estudos sobre a cidade e destinados a pensá-la. O presente artigo trabalha a partir de publicações realizadas em revistas de arquitetura e engenharia de importante circulação entre os anos 1930 e 1940, e articula-se sob três pontos: num primeiro momento trabalha com a ideia da constituição do urbanismo como ciência, num segundo se detêm mais detalhadamente na publicação Os grandes problemas sanitários do arquiteto Alfred Agache, sobre o plano de remodelação da cidade do Rio de Janeiro, e num terceiro momento procura articular discurso médico e remodelação urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-07-30
Seção
História