ANÁLISE CRÍTICA DO DISCURSO E M͍DIA: A REPRESENTAÇÃO DE PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS EM UM CORPUS BILÍNGUE PORTUGUÊS - ESPANHOL

  • Kênia Mendonça Diniz UFU
  • Ariel Novodvorski Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Análise Crítica do Discurso, Linguística de Corpus, Teoria de Atores Sociais, portadores de necessidades especiais, inclusão escolar, textos midiáticos.

Resumo

O presente artigo refere-se a uma pesquisa que esteve configurada em um estudo desenvolvido no campo de pesquisa da Análise Crítica do Discurso (ACD), cujo foco central foi a teoria da Representação de Atores Sociais proposta por Theo van Leeuwen (1996; 2008), por meio da aplicação de um conjunto de categorias sócio-semânticas postuladas por esse autor, com subsídios da Linguística de Corpus (LC). A meta central desta pesquisa consistiu em mostrar como foi construída para a sociedade, em termos contrastivos, a figura do portador de necessidades especiais e/ou deficiente, perante um quadro contextual de inclusão escolar, num corpus jornalístico do Brasil e da Argentina. Neste trabalho, portanto, foi possível detectar a aproximação entre Análise Crítica do Discurso e estudos envolvendo textos midiáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kênia Mendonça Diniz, UFU
Graduada em Economia e Letras - Universidade Federal de Uberlândia e em Pedagogia - Universidade de Uberaba. Especialista em Língua e Literaturas em Língua Espanhola - ILEEL/ UFU. Mestranda em Educação - FACED/ UFU.
Ariel Novodvorski, Universidade Federal de Uberlândia
Professor Adjunto do Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia. Doutor em Estudos Linguísticos pela UFMG.
Publicado
2014-07-27
Seção
Lingüística e Letras