A REPRESENTAÇÃO DA MULHER NO DISCURSO DE CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA NAS ELEIÇÕES DE 2010

  • CAROLINA TOMAZ BATISTA UFU
  • Maria Aparecida Resende Ottoni UFU
Palavras-chave: política, mulher, discurso, representação, Análise de Discurso Crítica

Resumo

Este trabalho é o resultado do desenvolvimento de um plano de trabalho financiado pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica- PIBIC/CNPq/UFU, anuênio: 2010-2011. Nosso objetivo é investigar como a mulher é representada discursivamente pelos candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), nos debates entre os candidatos ao primeiro e segundo turnos, e como as questões relacionadas à mulher são tratadas nas suas plataformas de governo. Para isso, apoiamo-nos nos pressupostos teóricos da Análise de Discurso Critica (FAIRCLOUGH, 2001, 2003) devido ao seu olhar social e linguisticamente orientado para observar as temáticas sobre gênero e poder. Focalizamos, especialmente, a Teoria Social do Discurso, proposta por Fairclough (2001), que trabalha com uma abordagem tridimensional do discurso, envolvendo texto, prática discursiva e prática social. As análises mostram que a temática da mulher ocupa um espaço bem maior na plataforma de governo de Dilma Rousseff que na de Serra. Identificamos nas plataformas e nos debates a construção de uma representação discursiva da mulher atrelada apenas à esfera privada do lar: a mulher mãe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

CAROLINA TOMAZ BATISTA, UFU
Aluna do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da UFU
Maria Aparecida Resende Ottoni, UFU
Professora do Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia.
Publicado
2012-03-09
Seção
Lingüística e Letras