A RELAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA

  • Marlene Rosa Cainelli História/
  • Márcia Elisa Teté Ramos

Resumo

A partir de estudos exploratórios com estagiários e alunos egressos do curso de História da Universidade Estadual de Londrina, investigamos suas impressões, noções, desafios e expectativas em relação à forma como a pesquisa (considerado o lugar da teoria) e o ensino (considerado o lugar da prática) se apresentam no curso. Algumas demandas surgiram com tais pesquisas, e, considerando sempre a articulação entre pesquisa e ensino, destacamos: refletir sobre a trajetória e consolidação dos cursos de formação de professores de história, bem como os embates políticos ocorridos nesse contexto, em especial, o papel da Anpuh; os saberes tidos como pertinentes a um professor reflexivo junto com aqueles próprios de uma relação orgânica entre o fazer e o pensar do profissional da história; as semelhanças e diferenças entre didática da história e teoria da história. Tomamos para análise da temática uma série de documentos, como: legislações e manifestos de associações. Em síntese, temos a articulação entre teoria e prática como referencial para a problemática da formação de professores de modo geral e especificamente da formação de professores de história. O estudo é prospectivo, no sentido de fundamentar reflexões e práticas nas disciplinas e nos projetos relacionados à formação docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marlene Rosa Cainelli, História/
Doutora em Educação. Professora de Metodologia e Prática do Ensino de História. Professora do Mestrado em História. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa História e Ensino de História. Coordenadora do Pibid/História.
Publicado
2014-08-27
Como Citar
CAINELLI, M. R.; RAMOS, M. E. T. A RELAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE HISTÓRIA. Revista História & Perspectivas, v. 27, n. 50, 27 ago. 2014.
Seção
Artigos