Família, Cotidiano e Mulher nos bastidores das greves metalúrgicas de São Bernardo do Campo nos anos 1978-1980

  • Dolores Ribeiro Coutinho

Resumo

Este artigo resgata elementos subjacentes ao universo dos grevistas do ABC Paulista dos anos 1980 no estudo das territorialidades. A documentação foi manuseada na procura de um perfil para a família metalúrgica, com uso de novos conceitos e abordagens da historiografia, constatando-se que existem muitas famílias operárias, que com suas respectivas representações, ultrapassam as condições sobre a funcionalidade para o capital e atingem o terreno do vivido humano, colocando-se no campo da cultura. A complementaridade de tarefas é essencial à sobrevivência do grupo familiar e se desenvolve nas esferas do cotidiano com a divisão social e sexual do trabalho. Contrapondo-se ao privado doméstico, há um público reconhecível, no qual sujeitos traduzem as experiências subjetivadas em ideias e ações.

PALAVRAS-CHAVE: Família metalúrgica. Cotidiano. Experiência.

ABSTRACT: This article rescues elements from de universe of strike workers of ABC Paulista on the 1980's in territorial studies. The documents were used in the search of a profile for the metallurgical family using new concepts and historical approach. It could seem that many working families and their respective representations exceeded the conditions of how de capital works and it reaches the cultural part. The supplement of this tasks is essential for the surviving of the family group and it develops on the day by day espheres, with the sexual and social division of the work. Contrsating to the private household, There is a recognized group of people in which they translate their experiences in actions and ideas.

KEYWORDS: Metallurgic family. Day by day. Experience.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-07-15
Como Citar
RIBEIRO COUTINHO, D. Família, Cotidiano e Mulher nos bastidores das greves metalúrgicas de São Bernardo do Campo nos anos 1978-1980. Revista História & Perspectivas, v. 24, n. 44, 15 jul. 2011.
Seção
Dossiê Anos 80: temas, problemas e abordagens historiográf