Questões metodológicas envolvidas no design de experimentos de processamento de leitura com o uso do software PsychoPy

Palavras-chave: Processamento de leitura, Métodos, PsychoPy

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo analisar o uso do programa PsychoPy na investigação do processamento de leitura no que tange ao desenvolvimento, execução e tratamento dos resultados de dois experimentos psicolinguísticos. Para tanto, o passo-a-passo da montagem de dois testes de leitura, a saber, o teste Stroop e de uma tarefa de decisão lexical, será apresentado. Além disso, os pontos fortes e fracos do programa serão salientados. Entende-se que este estudo é relevante no sentido de que abarca o desafio metodológico da pesquisa experimental em relação ao grau de dificuldade encontrado na elaboração e na aplicação dos experimentos. Desse modo, esperamos contribuir para a divulgação dos recursos disponibilizados pelo PsychoPy - um programa de livre acesso, gratuito e de fácil utilização - à pesquisa brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bernardo Kolling Limberger, UFPEL
Doutor em Letras/Linguística pela PUCRS. Professor adjunto da Universidade Federal de Pelotas.
Ana Paula Biasibetti, PUCRS
Doutora em Letras/Linguística pela PUCRS.

Referências

ALTENHOFEN, C. V. Hunsrückisch in Rio Grande do Sul: Ein Beitrag zur Beschreibung einer deutschbrasilianischen Dialektvarietät im Kontakt mit dem Portugiesischen. Stuttgart: Steiner, 1996.

ALTENHOFEN, C. V. et al. Fundamentos para a escrita do Hunsrückisch falado no Brasil. Revista Contingentia, v. 2, n. 51, p. 73–87, 2007.

ANTONIOU, K. et al. The effect of childhood bilectalism and multilingualism on executive control. Cognition, v. 149, p. 18–30, 2016. DOI https://doi.org/10.1016/j.cognition.2015.12.002.

BIALYSTOK, E. et al. Bilingual Minds. Psychological Science in the Public Interest, v. 10, n. 3, p. 89–129, 2009. DOI https://doi.org/10.1177/1529100610387084.

BIASIBETTI, A. P. C. S. Produção e percepção das fricativas sibilantes em Porto Alegre/RS e Florianópolis/SC. 2018. Tese (Doutorado em Letras). Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2018.

DE ANGELIS, G. Third or Additional Language Acquisition. Clevedon, UK: Multilingual Matters, 2007. DOI https://doi.org/10.21832/9781847690050

DE BOT, K. The Multilingual Lexicon: Modelling Selection and Control. International Journal of Multilingualism, v. 1, n. 1, p. 17–32, 2004. DOI https://doi.org/10.1080/14790710408668176.

DIJKSTRA, T. Bilingual visual word recognition and lexical access. In: KROLL, J.; DE GROOT, A. M. B. (ed.). Handbook of bilingualism: Psycholinguistic Approaches. Oxford: Oxford University Press, 2005. p. 179–201.

DIJKSTRA, T.; GRAINGER, J.; VAN HEUVEN, W. J. B. Recognition of Cognates and Interlingual Homographs: The Neglected Role of Phonology. Journal of Memory and Language, v. 41, n. 4, p. 496–518, 1999. DOI https://doi.org/10.1006/jmla.1999.2654

GODOY, M. C.; VIEIRA, C. B.; ANDRADE, G. L.; SOUZA FILHO, N. de; NUNES, M. A. O papel do conhecimento de eventos no processamento de sentenças isoladas. Revista Letrônica, v. 10, n. 2, p. 538-554, 2017. DOI https://doi.org/10.15448/1984-4301.2017.2.26408

GOMES, R. C. da C. Processamento de dativos por crianças bilíngues português-inglês. 2017. Monografia. Universidade Federal da Paraíba, 2017.

HERDINA, P.; JESSNER, U. A Dynamic Model of Multilingualism: Perspectives of Change in Psycholinguistics. Clevedon/Buffalo/Toronto/Sydney: Multilingual Matters, 2002. DOI https://doi.org/10.21832/9781853595547

IBM CORP. Released 2010. IBM SPSS Statistics for Windows. New York: IBM Corp, 2010.

KRAMER, R.; MOTA, M. B. Effects of bilingualism on inhibitory control and working memory: a study with early and late bilinguals. Gragoatá, v. 38, p. 309–331, 2015.

LIMBERGER, B. K. Processamento da leitura e suas bases neurais: um estudo sobre o hunsriqueano. 2018. 269 p. Tese (Doutorado em Letras/Linguística) – Programa de Pós-graduação em Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

LIMBERGER, B. K. O desempenho de bilíngues e multilíngues em tarefas de controle inibitório e compreensão auditiva. 2014. 135 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Programa de Pós-Graduação em Letras, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. DOI https://doi.org/10.13140/RG.2.1.4437.4645

MIYAKE, A. et al. The Unity and Diversity of Executive Functions and Their Contributions to Complex “Frontal Lobe” Tasks: A Latent Variable Analysis. Cognitive Psychology, v. 41, n. 1, p. 49–100, 2000. DOI https://doi.org/10.1006/cogp.1999.0734

Neurobehavioral Systems Inc. Presentation. Disponível em: https://www.neurobs.com/

OLIVEIRA, T. L. de. Língua e percepção: o processamento dos clíticos com referência ao interlocutor no Português Brasileiro. Tese (Doutorado em Letras). Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, 2018.

PEIRCE, J. W. PsychoPy - Psychophysics software in Python. Journal of Neuroscience Methods, v. 162, n. 1-2, p. 8-13, 2007. DOI https://doi.org/10.1016/j.jneumeth.2006.11.017

PEIRCE, J. W. Generating stimuli for neuroscience using PsychoPy. Frontiers in Neuroinformatics, v. 2, p. 1–10, 2009. DOI https://doi.org/10.3389/neuro.11.010.2008

PEIRCE, J. W. PsychoPy - Psychology software for Python Release 1.90.2. Jun. 01, 2018.

PLANT, R. R. A reminder on millisecond timing accuracy and potential replication failure in computer-based psychology experiments: an open letter. Behavior Research Methods, v. 48, n. 1, p. 408–411, 2016. DOI https://doi.org/10.3758/s13428-015-0577-0

Psychology Software Tools, Inc. E-Prime 3.0, 2016. Disponível em: http://www.pstnet.com. Acesso em: 28 ago. 2018.

ROCHA, B. N. R. de M; RASO, T. A interação entre pistas prosódicas e pragmáticas para a interpretação ilocucionária de um enunciado. Anais do VI Colóquio Brasileiro de Prosódia da Fala, v. 4, p. 99-102, 2017.

RODRIGUES, J. C.; SALLES, J. F. Tarefa de escrita de palavras/pseudopalavras para adultos: abordagem da neuropsicologia cognitiva. Letras de Hoje, v. 48, n. 1, p. 50–58, 2013.

SALLES, J. F.; PARENTE, M. A. M. P. Relação entre os processos cognitivos envolvidos na leitura de palavras e as habilidades de consciência fonológica em escolares. Pró-fono - Revista de Atualização Científica, v. 14, n. 2, p. 175–186, 2002.

SAMPAIO, T. O. da M. A escolha de software e hardware na psicolinguística: revisão e opinião. Revista de Estudos da Linguagem, v. 25, n. 3, 2017. DOI https://doi.org/10.17851/2237-2083.11283

SANTOS, T. de P. B. The influence of reading while listening to narratives on comprehension, spoken word recognition and lexical memory of EFL Brazilian learners. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras). Universidade Federal de Santa Catarina, 2016.

SCHAUMLOEFFEL, M. A. Estudo da Interferência do Português da Variedade Dialetal Hunsrück Falada em Boa Vista do Herval. 2003. 136 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Programa de Pós-graduação em Letras, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2003.

SCHOLL, A. P.; FINGER, I. Elaboração de um questionário de histórico de linguagem para pesquisas com bilíngues. Nonada Letras em Revista, v. 2, n. 21, p. 1–17, 2013.

SOUZA FILHO, N.; SILVA, G. L.; RODRIGUES, V. W.; ARAÚJO, F. N.; GODOY, M. C. Relações de coerência e resolução de anáforas. Linguística Rio, v. 3, n. 1, 2017.

STROOP, R. Studies of interference in serial verbal reactions. Journal of Experimental Psychology, v. 18, p. 643–662, 1935. DOI https://doi.org/10.1037/h0054651

Publicado
2019-07-09
Como Citar
LIMBERGER, B. K.; BIASIBETTI, A. P. Questões metodológicas envolvidas no design de experimentos de processamento de leitura com o uso do software PsychoPy. Domínios de Lingu@gem, v. 13, n. 2, p. 659-689, 9 jul. 2019.