Intersonoridade no Discurso Audiovisual: por uma memória no âmbito sonoro

  • Welisson Marques Instituto Federal do Triângulo Mineiro
Palavras-chave: Audiovisual, Discurso, Intersonoridade, Som, Voz.

Resumo

Este artigo apresenta algumas considerações a que chegamos, a partir de uma pesquisa mais ampla, cujo enfoque foi observar o funcionamento do som no discurso publicitário audiovisual. Pesquisas em Análise do discurso atualmente têm se voltado para o estudo da imagem em diferentes corpora, todavia o som - tomado como objeto analítico -, ainda é, certamente, uma materialidade que demanda maior investigação em virtude de sua complexidade. Assim, propusemo-nos a investigar o funcionamento do discurso audiovisual com enfoque no âmbito sonoro. Tomamos como corpus, neste artigo, uma peça publicitária de curso de idiomas veiculada em diferentes mídias no Brasil. Em nossa conclusão destacamos que para se proceder a uma análise discursiva de cunho histórico, não é possível tomar a forma sonora destituída de sua historicidade. Verificamos que os sons produzidos na propaganda, notadamente as formas artificiais, se assemelham ou se avizinham a outros. Isso possibilita a compreensão dos diversos sons que animam e dão sentido à propaganda de modo particular e, sem dúvidas, ao discurso de modo geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Welisson Marques, Instituto Federal do Triângulo Mineiro

Pós-doutorando pela Universidade de São Paulo (USP/FFCLRP).

Doutor em Estudos Linguísticos e Mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidade Federal de Uberlândia (UFU/PPGEL).

Professor efetivo no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Atua na graduação em Letras (Língua Portuguesa) e no Programa de Pós-Graduação em Educação

Publicado
2016-08-26
Como Citar
MARQUES, W. Intersonoridade no Discurso Audiovisual: por uma memória no âmbito sonoro. Domínios de Lingu@gem, v. 10, n. 3, p. 796-809, 26 ago. 2016.