Tradução e Retradução de The Picture of Dorian Gray, de Oscar Wilde: um estudo de corpus com foco na apresentação do discurso

  • Livia Cremonez Domingos Universidade Federal de Uberlândia - UFU
  • Igor Antônio Lourenço da Silva Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Palavras-chave: Tradução, Retradução, Apresentação do Discurso, Oscar Wilde, Linguística de Corpus

Resumo

Neste trabalho, analisa-se um corpus de pequenas dimensões constituído por excertos aleatoriamente extraídos do texto-fonte The picture of Dorian Gray, de Oscar Wilde (1891), e por seus respectivos correspondentes na primeira tradução e em duas das retraduções mais recentes da obra para o português brasileiro. O foco da análise incide sobre a apresentação do discurso e outros aspectos estilísticos a fim de testar a hipótese da retradução, segundo a qual a primeira tradução de uma obra literária é sempre incompleta e domesticadora. Adotando-se o arcabouço metodológico da Linguística de Corpus, seguiram-se diversas etapas, dentre as quais se destacam o etiquetamento do corpus, seu alinhamento e seu processamento semi(automático) utilizando o programa WordSmith Tools (versão 5.0). Os resultados apontam indícios a favor da hipótese da retradução quando se consideram os parâmetros de análise adotados nesta pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Livia Cremonez Domingos, Universidade Federal de Uberlândia - UFU
Graduanda do último périodo do curso de Tradução do ILEEL da Universidade Federal de Uberlândia.
Igor Antônio Lourenço da Silva, Universidade Federal de Uberlândia - UFU

Professor adjunto do curso de Tradução da Universidade Federal de Uberlândia.

Possui graduação em Letras - Inglês / Bacharelado e Licenciatura pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003 e 2004, respectivamente), especialização em Administração com ênfase em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (2005) e mestrado e doutorado em Linguística Aplicada pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007 e 2012, respectivamente). Realizou parte de seu doutoramento, com bolsa concedida pela CAPES, na Universidade do Sarre (Alemanha). Tem experiência na área de Linguística, Linguística Aplicada e Estudos da Tradução, atuando principalmente nos seguintes temas: abordagem processual da tradução, tradução humana e tradução automática, pós-edição e revisão, expertise por interação, abordagem discursiva da tradução, rastreamento ocular (eye tracking), Linguística de Corpus, Linguística Sistêmico-Funcional. Trabalhou como pesquisador assistente (wissenschaftlicher Mitarbeiter) na Universidade do Sarre (Alemanha) e foi professor visitante na Universidade de Macau (China). Atualmente trabalha como Professor Adjunto na Universidade Federal de Uberlândia, onde leciona no Curso de Bacharelado em Tradução. Tem experiência como tradutor inglês-português-inglês e revisor, principalmente na área acadêmica, nos campos da linguística, medicina, administração e contabilidade.

Publicado
2015-12-18
Como Citar
DOMINGOS, L. C.; LOURENÇO DA SILVA, I. A. Tradução e Retradução de The Picture of Dorian Gray, de Oscar Wilde: um estudo de corpus com foco na apresentação do discurso. Domínios de Lingu@gem, v. 9, n. 2, p. 150-178, 18 dez. 2015.