Relações dialógicas no gênero discursivo projeto cultural

Palavras-chave: Dialogismo, Gênero, Interlocutores

Resumo

O presente artigo busca analisar algumas das relações dialógicas que incidem diretamente no gênero discursivo projeto cultural. A análise da materialidade será desenvolvida a partir de um corpus de cinco projetos culturais aprovados nas leis de incentivo à cultura federal e estadual de São Paulo. Observaremos inicialmente o dialogismo que ocorre entre enunciados na inscrição de projetos nos órgãos de cultura, suas relações com as leis de incentivo à cultura correspondentes, seus respectivos formulários de inscrição. Em um segundo momento, analisaremos as relações dialógicas com discursos de outras esferas ideológicas de influência recíproca. Para fundamentar a análise utilizaremos os conceitos teóricos de relações dialógicas e esferas ideológicas e de influência recíproca do chamado Círculo de Bakhtin, contidos em Bakhtin (2010) e Volochinov (2009) para assim melhor evidenciarmos nossos argumentos. Os resultados obtidos na análise nos permite dizer que a esfera político-cultural, bem como seus enunciados, são constituídos pelo dialogismo com os enunciados e  discursos das esferas de influência recíproca.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inti Anny Queiroz, Universidade de Sâo Paulo

Doutoranda  em letras pelo PPG de Filologia e Língua Portuguesa, no Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas  na FFLCH - USP (Faculdade de Filosofia, letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo).

Referências

BAKHTIN, M. M. Gêneros do discurso. In: _______ Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4ª Ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003[1952-53]. p. 261-308.

______. Questões de literatura e de estética. A teoria do romance. São Paulo: Hucitec, 2010.

______. Problemas da poética de Dostoiévski. 5ª ed. Trad. Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010c [1963].

NATALE, E.; OLIVIEIRI, C. Guia brasileiro de produção cultural. 5ª. Edição. São Paulo: SESC, 2010.

QUEIROZ, I. A. Projeto cultural: as especificidades de um novo gênero do discurso. 199f. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, São Paulo, 2014.

VOLOCHINOV, V. (BAKHTIN, M.) Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. do francês de Michel Lahud e Yara Frateschi. 13ª ed. São Paulo: Hucitec, 2009 ([1929].).

Bibliografia

______. A cultura popular na idade média e no renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. de Yara Frateschi Vieira. 6. ed. São Paulo: Hucitec, 2008

______. Para uma filosofia do ato responsável. Trad. Valdemir Miotello e Carlos Faraco. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010b [1920-24].

______. Questões de estilística no ensino da língua. Trad. Sheila V.C. Grillo e Ekaterina V. Américo. São Paulo: Editora 34, 2013.

BRAIT, B. Bakhtin conceitos chave. São Paulo: Contexto, 2005.

BRASIL. Lei 8.313/91 de 23 de dezembro de 1991. LEI ROUANET. Restabelece princípios da Lei n° 7.505, de 2 de julho de 1986, institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e dá outras providências. Disponível em Planalto Federal, Presidência da Republica Federativa do Brasil. Brasília. 2011. < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8313cons.htm> acesso em 27 de fevereiro de 2015.

CALABRE, L. Política cultural no Brasil: um histórico. IN: publicação do I ENECULT – Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Ed. UFBA: Salvador, 2005. Anais eletrônico do Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura. Disponível em: < http://www.cult.ufba.br/enecul2005/LiaCalabre.pdf > acesso em 20 de junho de 2015.

DE PAULA, L.; STAFUZZA, G. Círculo de Bakhtin: teoria inclassificável. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2010.

FARACO, C. A.; TEZZA, C.; CASTRO, G. de. (org.) Vinte ensaios sobre Bakhtin. Petrópolis: Vozes, 2006.

FIORIN, J. L. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática, 2006

Grupo de Estudos dos gêneros do Discurso (GEGe). Palavras e Contrapalavras - Glossariando conceitos, categorias e noções de Bakhtin. 1. Ed. São Carlos: Pedro & João Editores, 2009. v. 1. 111 p.

MEDVIÉDEV, P. N. O método formal nos estudos literários: introdução a uma poética sociológica. Trad. Sheila. V. C. Grillo e Ekaterina V. Americo. São Paulo: Contexto, 2012.

SOBRAL, A. Do dialogismo ao gênero: as bases do pensamento do círculo de Bakhtin. Campinas: Mercado de Letras, 2009.

SOUZA, G. T. de. Introdução à teoria do enunciado concreto. S. Paulo: Humanitas USP, 2002.

Publicado
2016-08-26
Como Citar
QUEIROZ, I. A. Relações dialógicas no gênero discursivo projeto cultural. Domínios de Lingu@gem, v. 10, n. 3, p. 810-833, 26 ago. 2016.