Verbos inergativos - itens lexicais de alternância causativo-incoativa

  • Morgana Fabiola Cambrussi UFFS - Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: alternância causativa, causativização lexical, inergativos.

Resumo

Este trabalho investiga a alternância causativo-incoativa de verbos inergativos do português do Brasil. O propósito do estudo é explicar as condições lexicais necessárias para se licenciar a incidência de causatividade sobre inergativos. Há duas instâncias de alternância causativa registradas, a de verbos inacusativos, amplamente conhecida, e a de verbos invergativos, a exemplo de 'passear', investigada neste trabalho. Neste artigo, sustentamos que a alternância causativa-incoativa de inergativos ocorre quando condições linguísticas muito específicas são atendidas. É preciso que o evento internamente controlado (causa interna) possa ser externamente controlado (causa externa). Também é necessário que haja a presença simultânea de dois argumentos responsáveis pelo desenrolar do evento: um que induz à realização e outro, induzido, que desencadeia e sofre a realização do evento. Além disso, a entidade afetada, que sofre indução, tem controle sobre o desenvolvimento do evento e a entidade que induz o desenvolvimento do evento tem controle sobre a indução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Morgana Fabiola Cambrussi, UFFS - Universidade Federal da Fronteira Sul
Docente do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos e do Curso de Graduação em Letras da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Chapecó. Pesquisadora da área de Semântica e Pragmática, com ênfase para a Semântica Lexical, e líder do Grupo de Pesquisa "Estudos Gramaticais e Lexicais" - CNPq/UFFS.
Publicado
2015-07-15
Como Citar
CAMBRUSSI, M. F. Verbos inergativos - itens lexicais de alternância causativo-incoativa. Domínios de Lingu@gem, v. 9, n. 1, p. 13-24, 15 jul. 2015.