Perfil de descendentes de poloneses residentes no sul do Brasil: a constituição da(s) identidade(s)

  • Silvia Regina Delong Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • Dorotea Frank Kersch Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos. Profª Drª da Pós-Graduação em Linguística Aplicada
Palavras-chave: identidade social e étnica, imigrantes poloneses, bilinguismo.

Resumo

O Paraná é um dos Estados do Brasil que mais recebeu imigrantes poloneses no início do século passado. Entretanto, hoje ainda se sabe pouco a respeito deles, principalmente porque se carece de trabalhos que abordem as questões identitárias desse grupo étnico. O objetivo deste artigo é discutir como, na fala de um jovem padre descendente de poloneses, ele constitui a sua identidade étnica e social e como a religiosidade dessa etnia ajuda a manter a língua viva entre os falantes, inclusive os da área urbana. Na perspectiva desse descendente de imigrantes poloneses, abordam-se questões cultural e religiosa e algumas formas de preconceitos sofridos na infância e na adolescência, principalmente o linguístico. A despeito do preconceito, são a língua e a religiosidade que constituem a identidade social e étnica desse grupo de descendentes de imigrantes residentes no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Regina Delong, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Silvia Regina Delong - Aluna da Pós-Graduação (PPGLA) - Doutorado em Linguística Aplicada - Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos - São Leopoldo - RS. 

 

Dorotea Frank Kersch, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos. Profª Drª da Pós-Graduação em Linguística Aplicada
Profª Drª Dorotea Frank Kersch - Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos - São Leopoldo - RS.
Publicado
2014-09-17
Como Citar
DELONG, S. R.; KERSCH, D. F. Perfil de descendentes de poloneses residentes no sul do Brasil: a constituição da(s) identidade(s). Domínios de Lingu@gem, v. 8, n. 3, p. 65-85, 17 set. 2014.