Contribuições da Semiótica aos estudos toponímicos: estudo de caso dos topônimos das comunidades rurais de Santo Antônio de Jesus

Main Article Content

Lana Cristina Santana de Almeida

Resumo

A Toponímia é uma disciplina científica ligada à Lexicologia e tem como objeto de pesquisa os nomes de localidade, trata-se de um estudo interdisciplinar que se utiliza dos fundamentos de outras teorias para legitimar a significação e a categorização atribuída aos topônimos. Entre essas ciências está a Semiótica, cujos princípios podem ser aplicados aos estudos toponímicos, pois os nomes de lugares são signos que possuem como característica a motivação linguística, isto é, entre esses signos e o seu referente há um vínculo que colabora para a identificação e representação do lugar. Dessa forma, este artigo dedica-se a apresentar fundamentos da Semiótica que podem auxiliar a compreensão a respeito da motivação semântica presente nos topônimos. Para tanto, toma-se como corpus os nomes das comunidades rurais da cidade de Santo Antônio de Jesus-BA e utiliza-se como fundamentação teórica, principalmente, as ideias dos seguintes autores: Peirce (1975, 2005), Santaella (1987, 2004), Ullmann (1964), Saussure (1969), Ogden e Richards (1976), Guiraud (1980) e Dick (1990a, 1990b, 1999, 2001).

Article Details

Como Citar
Santana de Almeida, L. (2013). Contribuições da Semiótica aos estudos toponímicos: estudo de caso dos topônimos das comunidades rurais de Santo Antônio de Jesus. Domínios De Lingu@gem, 7(1), 160-184. https://doi.org/10.14393/DL13-v7n1a2013-9
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Lana Cristina Santana de Almeida, Universidade Federal da Bahia- UFBA

Graduada em Letras com Inglês pela Universidade do Estado da Bahia, especialista em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade de Ciências Educacionais- FACE- BA e em Estudos Linguísticos pela Universidade Estadual de Feira de Santana- UEFS-BA, mestre em Língua e Cultura, pela Universidade Federal da Bahia- UFBA. Suas pesquisas acadêmicas integram as áreas do Léxico, Toponímia, Semântica e identidade sociocultural.