Ensino e aprendizagem de língua inglesa e recursos tecnológicos: um estudo sobre os processos de retroação e irreversibilidade

  • Larissa de Sousa Silveira Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Palavras-chave: Língua Inglesa, processo de ensino e aprendizagem, recursos tecnológicos, Paradigma da Complexidade.

Resumo

Crystal (2003) ressalta a importância da Língua Inglesa ao classificá-la como a língua universal utilizada por milhões de falantes ao redor do mundo. Partindo desse pressuposto, propusemo-nos a pesquisar sobre o processo de ensino e aprendizagem dessa língua e a importância dos recursos tecnológicos no contexto formal e informal de aprendizagem. Objetivamos ainda entender como as atitudes dos professores podem influenciar de maneira negativa no desenvolvimento do interesse dos alunos pela disciplina, interrompendo o processo natural de Retroação (BERTALANFFY, 1975) ao qual eles são submetidos. Para tanto, utilizamos como base teórica as premissas do Paradigma da Complexidade (HOLLAND, 1998; DEMO, 2002). Os dados foram coletados em uma escola pública municipal de Uberaba/MG através de observações, anotações e aplicação de um questionário. Após as análises, concluímos que a interrupção do processo tende a acontecer quando o aprendiz sente a falta de incentivo por parte daquele que deveria ser seu maior incentivador na busca por novos conhecimentos. Concluímos ainda que o educador deve trabalhar como um mediador para auxiliar os alunos no reconhecimento das novas tecnologias digitais como inerentes ao processo de aquisição de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa de Sousa Silveira, Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Graduada em Letras - Português/Inglês pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro.
Publicado
2012-12-21
Como Citar
SILVEIRA, L. DE S. Ensino e aprendizagem de língua inglesa e recursos tecnológicos: um estudo sobre os processos de retroação e irreversibilidade. Domínios de Lingu@gem, v. 6, n. 2, p. 19-40, 21 dez. 2012.