Inovações na Morfologia do Português Brasileiro: tendências para a ampliação do léxico por gramaticalização, lexicalização analogia

Pedro Perini-Santos, Heliana Mello

Resumo


Resumo: O presente artigo apresenta proposta de explicação analógica para o surgimento de algumas novas formas lexicais do vernáculo brasileiro. A partir de ocorrências selecionadas on line, constatou-se que há novos modelos de substantivos em uso. Serão analisados especificamente (i) os nomes populares dados aos estádios de futebol terminados em –ão; (ii) os nomes de algumas bebidas alcóolicas derivadas da expressão caipirinha; (iii) os nomes de uma tipo de sanduíches nomeados com a forma inicial X- e (iv) as designações dadas a espaços sociais terminados em –dromo (v) ou com partícula ‘s. Ao final, alguns comentários conclusivos serão apresentados em tópicos, apontando para a importância dos estudos diacrônicos como mecanismo de explicação das formações lexicais, contestando-se, com, isso o valor explicativo das Regras de Formação de Palavras.


Palavras-chave


Palavras-chave: morfologia, gramaticalização, lexicalização, analogia, reanálise sintática, práticas sociais, RFP

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 1980-5799.


Associada às seguintes bases de dados e diretórios: EBSCO, MLA, Latindex, DOAJDiadorim, Sumários.org, JournalSeek, WorldCat, Periódicos CAPES, BASE, CIRC, ERIPlus, EZ3, Google Acadêmico e Livre.

Revista Qualis B1, área de Letras e Linguística, quadriênio 2013/16.

 

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABECLogotipo do Crossref  

             Logotipo da Universidade Federal de Uberlândia - UFU 40 Anos      Logotipo da Editora da Universidade Federal de Uberlândia - UFU 40 Anos