Uma abordagem cognitivista para a leitura em sala de aula de francês língua estrangeira

  • Alessandra Montera Rotta Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: leitura, representação, memória, inferência, autocontrole.

Resumo

A leitura é uma atividade familiar, mas complexa, porque implica processos cognitivos e perceptivos. A psicologia cognitiva, ciência que estuda os processos de tratamento da informação no ser humano, tem como eixo central a representação no funcionamento da linguagem. O leitor, ao levantar hipóteses, fazer predições e inferências, evocar seus conhecimentos anteriores guardados na memória, trabalha com suas capacidades cognitivas e constrói em sua mente uma representação da situação estabelecida no texto. A construção do sentido na leitura em língua estrangeira vem, pois, não apenas da decodificação das palavras, mas principalmente dos processos de alto nível que o leitor coloca em prática durante a sua leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Montera Rotta, Universidade Federal de Uberlândia
Professora de francês  no Instituto de Letras e Linguística (ILEEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Publicado
2011-07-13
Como Citar
ROTTA, A. M. Uma abordagem cognitivista para a leitura em sala de aula de francês língua estrangeira. Domínios de Lingu@gem, v. 5, n. 1, p. 291-309, 13 jul. 2011.