Crise no neoliberalismo ou crise do neoliberalismo?

  • Alfredo Saad Filho

Resumo

A crise financeira domina o processo de reprodução econômica global desde 2007. A identificação de suas origens e de seu caráter social, político e econômico tem enorme importância teórica e prática: por um lado, o estudo da instabilidade sistêmica permite identificar os principais aspectos da reprodução do sistema de acumulação dominante na atualidade (ou seja, a etapa atual do capitalismo), o neoliberalismo.  Por outro, a crise ilumina as vulnerabilidades desse sistema de acumulação e permite a elaboração de plataformas políticas de confronto ao e transcendência do neoliberalismo. As análises marxistas da crise, partindo de uma abordagem sistêmica das relações de classe sob o neoliberalismo, sugerem que a crise atual é uma crise sistêmica no capitalismo neoliberal. Entretanto, ela não é, pelo menos por enquanto, uma crise do capitalismo neoliberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-31