NOVO MÉTODO PARA DETERMINAÇÃO DO FATOR DE REDUÇÃO DE ÁREA APLICADO EM CHUVAS DE PROJETO

  • Fernando Duarte Barbalho
  • Klebber Teodomiro Martins Formiga Universidade Federal de Goiás

Resumo

O objetivo deste trabalho foi desenvolver um método para determinação do fator de redução de área (FRA), coeficiente empregado na estimativa de chuvas de projeto médias a partir de chuvas de projeto pontuais. Após uma revisão sobre o tema na literatura existente, foi verificada a necessidade do desenvolvimento de estudos regionais e a existência de lacunas nas atuais abordagens sobre o tema. Neste sentido, foi possível elaborar uma metodologia adequada à variabilidade espacial dos eventos extremos. Assim sendo, a nova metodologia sugerida, diferentemente do observado nas demais técnicas, se baseia fundamentalmente na avaliação objetiva da razão entre as chuvas extremas calculadas sobre diversas áreas e as chuvas extremas observadas nos postos centrais a estas áreas. Após sua estruturação, o modelo foi testado em uma implantação piloto com dados de uma rede pluviográfica instalada na região da Bacia do Córrego Botafogo, zona urbana de Goiânia, GO. Os resultados obtidos da aplicação direta da metodologia foram analisados quanto à dependência do FRA em relação às variáveis área, duração e ordem de magnitude (em referência ao período de retorno). A partir dos testes realizados foi possível identificar uma forte dependência dos resultados em relação à variação da área, uma dependência em relação à duração e a necessidade de estudos mais elaborados em relação à influência do período de retorno. Por fim, os valores de FRA obtidos após ajustes dos resultados foram comparados com os valores indicados por métodos empíricos mais difundidos. Conclui-se, a partir dos estudos, que a metodologia proposta é adequada para a obtenção do FRA, bem como seus resultados são compatíveis com os pressupostos pré-estabelecidos. Palavras-chave: chuva de projeto, espacialização da precipitação, fator de redução de área. NEW METHOD TO DETERMINE THE REDUCTION FACTOR AREA APPLYED TO RAINFALL ESTIMATES ABSTRACT The main objective of this work was to develop an area reduction factor (ARF) determination method, which is a coefficient applied to average rainfall estimates for projects, given rainfall at a point. After a review about the subject, it was verified the needs of developing regional studies and the existence of some deficiencies on current approaches. In this sense, it was tried to create an appropriate methodology given the spatial variability of extreme rainfall. Therefore, the new suggested method, differently from the observed in others techniques, is primarily based on objective assessment of the ratio between extreme average rainfall calculated above several areas and the extreme point rainfall observed in gauges located in the center of those areas. After structuring it, the proposed method was tested in a pilot implementation with data obtained from a raingauge network in the region of Córrego Botafogo Basin, urban area of Goiânia, GO. The results were analyzed regarding the dependence of ARF to area, duration and order of magnitude (in reference to the exceedance probability). It was found a strong relation with area, a minor with duration and the need of further studies about the exceedance probability influence. Lastly, the ARF values obtained with results fitting were compared with those indicated from other employed empirical models. From this study, it can be concluded that proposed methodology is appropriated to determine ARF, as its results are compatibles with assumptions established. Keywords: project rainfall, rainfall spatial distribution, area reduction factor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Duarte Barbalho
Engenheiro Civil e Mestre em Engenharia do Meio Ambiente, com foco em Recursos Hídricos e Saneamento, pela Universidade Federal de Goiás. Atuou como Engenheiro na Gerência de Saneamento e Hidráulica da companhia Saneamento de Goiás. Atualmente é Analista de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado de Goiás.
Publicado
2014-06-23
Seção
Engenharia Civil