INFLUÊNCIA DE VARIÁVEIS NOS RESULTADOS DE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS EM ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO

  • Turibio José da Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Gercindo Ferreira Universidade Federal de Uberlândia
  • João Fernando Dias Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar o resultado da pesquisa sobre a influência que algumas variáveis exercem nos resultados dos ensaios de esclerometria e de velocidade do pulso ultrassônico (UPV), especificamente as seguintes variáveis: dimensão máxima característica dos agregados (DMA), a variação da umidade do concreto endurecido e da camada de concretagem nos resultados dos ensaios de esclerometria e de velocidade de pulso ultrassônico e a variação da distância entre os transdutores no ensaio de UPV. Os ensaios foram realizados em seis blocos de concreto com seis anos de idade e em dez vigas de concreto armado com dois anos. Nos blocos a relação água/cimento foi mantida e a DMA dos agregados foram 9,5 mm, 19,0 mm e 25,0 mm. Para as vigas foram mantidas todas as características. A variação da umidade no concreto foi obtida com a aspersão controlada de água. Pelos resultados de UPV concluiu-se que nos blocos com maior DMA, a UPV foi menor; a camada intermediária apresentou maior valor de UPV. Para blocos e vigas a UPV aumentou com o aumento do teor de umidade do concreto e diminui quando se aumentou a distância entre os transdutores. Foram obtidos os menores índices esclerométricos nos blocos contendo agregados com maior DMA. Para os blocos e vigas ocorreu um decréscimo do índice esclerométrico à medida que a umidade superficial aumentou. Palavras-chave: Ensaios não destrutivos, velocidade de pulso ultrassônico, esclerometria. INFLUENCE OF VARIABLES ON THE RESULTS OF NON-DESTRUCTIVE TESTS ON REINFORCED CONCRETE STRUCTURES ABSTRACT The aim of this paper is to present the result of a study of the influence of some variables on the results of nondestructive testing of concrete, sclerometry (rebound hammer) and ultrasonic pulse velocity (UPV), specially in: Aggregates' size (DMA), concrete's moisture, casting concrete, and transducers' space. Moisture in concrete was obtained by controlled sprinkling water. The tests were conducted on six years old concrete blocks, and two years old reinforced concrete beams. Water/cement ratio of concrete blocks was maintained and DMA of coarse aggregates were 9.5 mm, 19.0 mm and 25.0 mm. The results of UPV revealed that blocks with the biggest DMA had lower UPV, the middle concrete layer presented bigger value of UPV than others. The UPV increased when the surface was sprinkled or the transducers space increased, for blocks and beams. The smaller rebound index was on blocks containing aggregates with the biggest DMA. For blocks and beams, the rebound index decreased when superficial moisture increased. Keywords: Nondestructive testing, ultrasonic pulse velocity, sclerometry (rebound hammer).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Turibio José da Silva, Universidade Federal de Uberlândia
Prof. Dr. da Faculdade de Eng. Civil da Univ. Fed. de Uberlândia
Gercindo Ferreira, Universidade Federal de Uberlândia
Eng. Civil, MSc. da Faculdade de Eng. Civil da Univ. Fed. de Uberlândia
João Fernando Dias, Universidade Federal de Uberlândia
Prof. Dr. da Faculdade de Eng. Civil da Univ. Fed. de Uberlândia
Publicado
2014-05-22
Seção
Engenharia Civil