ATENUAÇÃO NATURAL EM SOLO RESIDUAL DE BASALTO CONTAMINADO COM MISTURAS DE DIESEL E BIODIESEL

  • Antonio Thomé Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
  • Cleomar Reginatto Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
  • Iziquiel Cecchin Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
  • Luciane Maria Colla Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo

Resumo

Os biocombustíveis (biodiesel) quando usados em misturas com combustíveis fósseis (diesel) tornando-se potenciais contaminantes de solos. A atenuação natural devido ao baixo custo e pouca intervenção nas condições naturais da área é uma técnica competitiva na descontaminação de solos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a degradação, em laboratório, em solo residual de basalto contaminado com misturas de diesel e biodiesel. O solo foi contaminado na proporção de 4% em relação à massa de solo seco e compactado na densidade natural de 1,6 g/cm³. A umidade final do solo, após a contaminação, foi de 34%. Foram utilizados seis diferentes percentuais de biodiesel junto ao diesel: B0, B5, B12,5, B20, B50 e B100 moldados em biorreatores em duplicata. Amostras foram coletas após 105 dias do início do ensaio e essas foram analisadas pelo método de Soxhlet e cromatografia gasosa. Os resultados demonstraram que as misturas com maior porcentagem de biodiesel apresentaram maior degradação. Isso demonstra que, além do biodiesel ser mais biodegradável que o diesel, ele também auxilia na degradação das misturas fósseis. Até 12,5% de biodiesel na mistura não houve diferença significativa na degradação. Palavras-chave: Biorremediação, Soxhlet, Cromatografia Gasosa, Contaminação de Solos. NATURAL ATTENUATION IN BASALTIC RESIDUAL SOIL CONTAMINATED WITH BLENDS OF DIESEL AND BIODIESEL ABSTRACT Biofuels (biodiesel) when used in mixtures with fossil fuels (diesel oil) become potential soil contaminants. The natural attenuation due to the low cost and little intervention in the natural conditions of the area is a competitive technique in soil decontamination. The aim of this study was to evaluate the degradation in laboratory of a residual soil from basalt contaminated with diesel and biodiesel mixtures. The soil was contaminated with a proportion of 4% relating to the mass of dry soil and compacted in the natural density of 1.6 g/cm³. The final soil moisture after contamination was 34%. It was used six different percentages of biodiesel called: B0, B5, B12.5, B20, B50, and B100. The mixture were molded in bioreactors in duplicate. Samples were collected after 105 days and they were analyzed by the Soxhlet extraction method and gas chromatography. The results showed that mixtures with higher percentage of biodiesel are more degradable. This shows that besides biodiesel being more biodegradable than diesel, it also assists in the degradation of fossil mixtures. To up to 12,5% of biodiesel in the mixture there was no significant difference in degradation. Keywords: Bioremediation, Soxhlet, Gas chromatography, Soil Contamination.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Thomé, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
Laboratório de Geotencia Ambiental
Cleomar Reginatto, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
Mestre Em Engenharia Doutorando em Geotecnia Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil-UFRGS
Iziquiel Cecchin, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
Engenheiro Ambiental, Mestrando em Infraestrutura e Meio Ambiente na área de poluição e remediação de solos contaminados.
Luciane Maria Colla, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental Área de cncentração em Infraestrutura e Meio Ambiente Universidade de Passo Fundo
Laboratório de Ciência de Alimentos
Publicado
2013-12-10
Seção
Engenharia Civil