Semeando conhecimentos agrários: o pioneirismo do mestrado em Fitotecnia no Brasil (1961-1981)

Main Article Content

Tatiani Gomes Gouvêa
Edimara Maria Ferreira
Denilson Santos de Azevedo

Resumo

O artigo analisa as origens e a trajetória do Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa (UFV), instituição com grande tradição na área das ciências agrárias e considerada como uma das mais importantes do país neste campo de conhecimento. Em 1961, a então Universidade Rural do Estado de Minas Gerais (UREMG), nome anterior da UFV, iniciou o primeiro Curso de Mestrado em Olericultura do país que, em 1964, foi renomeado para Fitotecnia. Tomando por base os conceitos de memória e patrimônio abordados respectivamente, por Le Goff (2003) e Pierre Nora (1993), o levantamento documental e a realização de entrevistas, analisamos o processo de constituição e consolidação deste curso de pós-graduação stricto sensu pioneiro no Brasil, na área das ciências agrárias, entre os anos de 1961 e 1981.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Gouvêa, T. G., Ferreira, E. M., & Azevedo, D. S. de. (2020). Semeando conhecimentos agrários: o pioneirismo do mestrado em Fitotecnia no Brasil (1961-1981). Cadernos De História Da Educação, 19(1), 293-309. https://doi.org/10.14393/che-v19n1-2020-17
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Tatiani Gomes Gouvêa, Universidade Federal de Viçosa - UFV - Minas Gerais - Brasil

https://orcid.org/0000-0002-8784-7057
http://lattes.cnpq.br/2378456921920064
tatianigouvea@yahoo.com.br

Edimara Maria Ferreira, Universidade Federal de Viçosa - UFV - Minas Gerais -Brasil

https://orcid.org/0000-0002-3327-8688
http://lattes.cnpq.br/9811056612626788
edi.ferreir@gmail.com

Denilson Santos de Azevedo, Universidade Federal de Viçosa - UFV - Minas Gerais - Brasil

https://orcid.org/0000-0001-7938-3427
http://lattes.cnpq.br/6269500390446677
dazevedo@ufv.br

Referências

AZEVEDO, Denilson Santos de. Melhoramento do Homem, do Animal e da Semente - O Projeto Político Pedagógico da Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Estado de Minas Gerais (1920-1948): Organização e Funcionamento. 2005. 220 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 3a Edição. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2005. https://doi.org/10.11606/issn.2316-901X.v0i35p215-216

BORGES, José Marcondes; SABIONI, Gustavo Soares; MAGALHÃES, Gilson Faria Potsch. A Universidade Federal de Viçosa no Século XX. 2ª Edição. Viçosa: Editora UFV, 2006.

BRASIL. Conselho Federal de Educação. Parecer nº 977/65. Definição dos cursos de pós-graduação. Brasília, 1965. Disponível em: . Acesso em: 19 maio 2016.

BROOKE, Nigel; WITOSHYNSKY, Mary (org.). Os 40 anos da Fundação Ford no Brasil: uma parceria para a mudança social. São Paulo: EDUSP, 2002.

CANDAU, Joël. Memória e Identidade. 1ª Edição. São Paulo: Contexto, 2014.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Documento de Área. Disponível em: 2017/42_cagr_docarea_2016.pdf>. Acesso em: 11 jan. 2018.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Plataforma Sucupira: Dados cadastrais do Programa. Disponível em: . Acesso em: 11 jan. 2018.

COUTO, Flávio Augusto D’Araújo. [Maio de 2016]. Viçosa: Programa Memória Viva. Entrevista concedida à TV Viçosa.

FEDERIZZI, Luiz Carlos. A pós-graduação em Fitotecnia no Brasil. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 4, n. 7, p. 116-140, 2007.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Nosso Amplo Presente: O tempo e a cultura contemporânea. 1ª Edição. São Paulo: Editora Unesp, 2015.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. 5ª Edição. Campinas (SP): Editora da UNICAMP, 2003.

MASSARANI, Giulio, MASSARANI, Luisa & COSTA, Teresinha. Alberto Coimbra e a Coppe. 1ª Edição. Brasília, Paralelo 15 e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, 2002.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História. São Paulo, PUC-SP, n. 10, p. 7-28, 1993.


RIBEIRO, Maria das Graças Marcelo. Educação Superior e Cooperação Internacional: o caso da UREMG (1948-1969). In: VII CONGRESO IBEROAMERICANO DE HISTORIA DE LA EDUCACIÓN LATINOAMERICANA, 2005, Quito. Anais... Quito: Universidad Andina Simon Bolívar, 2005. p. 50-63.

SANTOS, Cássio Miranda dos. Tradições e contradições da Pós-graduação no Brasil. Educação e Sociedade, Campinas, São Paulo, v. 24, n. 83, p. 627-641, 2003. https://doi.org/10.1590/S0101-73302003000200016

SILVA, Derly José Henriques da; MOURA, Maria da Cruz Chaves Lima; CASALI, Vicente Wagner Dias. Recursos genéticos do banco de germoplasma de hortaliças da UFV: histórico e expedições de coleta. Horticultura Brasileira (Impresso), Brasília, v. 19, n. 2, p. 108-114, 2001. https://doi.org/10.1590/S0102-05362001000200002

SILVA, Gustavo Bianch; BOTELHO, Maria Izabel Vieira. Os convênios internacionais entre a Universidade de Purdue e UREMG/UFV: A ciência em rede (1958-1973). Caminhos de Geografia, v. 16, n. 54, p. 49-63, 2015.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. 9º Relatório Trimestral dos Co-Diretores - 01 de janeiro a 31 de março de 1961.Viçosa, 1961. Datilografado. 14p. Arquivo Central e Histórico da UFV.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. Atas das 11ª e 12ª Reuniões Conjuntas do Conselho Consultivo – ETA Projeto 55, 18 de janeiro de 1962. 15p. Arquivo Central e Histórico da UFV.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. Personagens e Pioneiros da UFV. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA. Teses de Pós-Graduação 1961 a 1980. Viçosa: Imprensa Universitária, Universidade Federal de Viçosa, 1982.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia. Disponível em: . Acesso em: 02 maio 2017.

VIEIRA, Rogério Faria; ARAÚJO, Geraldo Antônio de Andrade. Clibas Vieira: amor e dedicação. Revista Ceres, v. 56, p. V-VII, 2009.