Modernidade e minorias religiosas. Os arquivos da Igreja Lusitana (séculos XIX-XX)

Main Article Content

José António Martin Moreno Afonso
António Manuel S. P. Silva

Resumo

A emergência em Portugal de correntes religiosas de matriz anglicana ao longo do século XIX corporizou-se, a partir de 1880, na Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, uma confissão religiosa formada do encontro de um conjunto de clérigos católicos insatisfeitos com o rumo doutrinal e a praxis litúrgica, pastoral e social da Igreja Católica Romana com movimentos protestantes e evangélicos que entretanto germinavam em vários pontos do País. Escorada nesta identidade de transição, a Igreja Lusitana pautou a sua atuação por forte investimento na educação popular e na criação de dispositivos promotores do ensino, do estímulo ao livre pensamento e da socialização assente nos princípios cristãos mas também de uma cidadania consciente e interventiva. Neste texto pretendemos, por um lado, apresentar, em termos genéricos, os fundos arquivísticos da Igreja Lusitana conservados, a par de uma importante hemeroteca e biblioteca históricas, e, por outro lado, apresentar o processo de criação do Arquivo Histórico desta igreja, evidenciando os constrangimentos e os resultados conseguidos até ao presente, salientando, deste modo, a sua crescente importância e valorização para o estudo e compreensão do papel das minorias religiosas na construção da modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Afonso, J. A. M. M., & Silva, A. M. S. P. (2019). Modernidade e minorias religiosas. Os arquivos da Igreja Lusitana (séculos XIX-XX). Cadernos De História Da Educação, 18(1), 238-265. https://doi.org/10.14393/che-v18n1-2019-14
Seção
Artigos
Biografia do Autor

José António Martin Moreno Afonso, Universidade do Minho (Portugal)

Doutor em Educação: História da Educação pela Universidade do Minho. Professor do Instituto de Educação e Investigador do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho (Portugal). E-mail: jafonso@ie.uminho.pt. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7061-306X. LATTES: http://lattes.cnpq.br/0123974143786995.

António Manuel S. P. Silva, Universidade do Porto (Portugal)

Mestre em Arqueologia (Univ. do Porto) e Doutorando em Estudos Culturais (Univ. Santiago de Compostela). Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória da Univ. do Porto. Diretor do Arquivo Histórico da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica. E-mail: arquivohistorico@igreja-lusitana.org. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6551-9047.

Referências

ABREU,Maria Zina G.. Implantação da Fé Protestante na Ilha da Madeira. Perspectiva Cultural do Proselitismo de Roberto Reid Kalley: 1838 –c.1846. Revista Islenha, Funchal, 29, p. 79-101, 2011.

AFONSO, José António.O projecto de Diogo Cassels: contributo para o estudo da educação popular. In:VEIGA, M. A. &MAGALHÃES, J.(Orgs.).Homenagem ao Prof. Dr. José Ribeiro Dias. Braga: IEP/Universidade do Minho,2000, p.309-323.

AFONSO, José António.Iniciativas evangélicas de educação popular: reflexões sobre a Escola do Torne (Vila Nova de Gaia). Anales de Historia Contemporânea,Múrcia, 17, p. 415-434, 2001a.

AFONSO, José António (2001b). Modos de socialização numa comunidade evangélica: memórias de uma professora da Escola do Torne. In:RAMOS, L. O.; JORGE,M. R. &POLÓNIA, A. (Coord.).Estudos em homenagem a João Francisco Marques. Vol. 1. Porto: Faculdade de Letras –Universidade do Porto,2001 b, p.49-55.

AFONSO, José António. A construção de uma escola protestante: o caso da Escola do Torne (Vila Nova de Gaia), 1883-1923. In: FERREIRA, A. G.(Org.). Escola, Culturas e Identidades–Comunicações do 3º Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação. Vol. 2. Coimbra: Sociedade Portuguesa Ciências Educação,2004, p.62-65.

AFONSO, José António. Protestantismo e Educação. História de um projecto pedagógico alternativo em Portugal na transição do séc. XIX. Braga: Universidade do Minho/Instituto de Educação e Psicologia, 2009.

AFONSO, José António. Escolas protestantes: dispositivos de inserção e de regeneração. Uma reflexão sobre a realidade portuguesa de meados do século XIX até às primeiras décadas do século XX. In: FEREIRA, A. M. & ALMEIDA, J. M. (Coord.), Religião e Cidadania. Protagonistas, motivações e dinâmicas sociais no contexto ibérico. Lisboa: Universidade Católica Portuguesa, 2011, p. 547-565.

AFONSO, José António.A Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica (ILCAE) –das encruzilhadas sociojurídicas à afirmação de uma identidade religiosa. In:Pintassilgo, Joaquim (Coord.). Laicidade, Religiões e Educação na Europa do Sul no Século XX. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa,2013, p.73-109.

AFONSO, José António. As representações da infância e da juventude na imprensa infanto juvenil protestante portuguesa na transição do séc. XIX: Uma leitura do Amigo da Infância (1874 -1940). In: MORAIS, J. J. et alii (Orgs.), Secularidades & Confessionalidades na História da Educação Contemporânea. João Pessoa: Sal da Terra, 2014, p.87-106.

AFONSO, José António;LACERDA, Silvestre Almeida.Memórias da Escola do Torne. In: Actas do Colóquio Vila Nova de Gaia de há 100 anos. Colóquio comemorativo do centenário da Igreja do Torne.V. N. Gaia: Junta Paroquial São João Evangelista,1995,p. 169-223.

AFONSO, José António;LACERDA, Silvestre Almeida. Esplendor de uma escola. Subsídios para o estudo da Escola do Torne (1894-1923). Boletim da Associação Cultural Amigos de Gaia, V. N. Gaia, 42, p. 27-47,1996.

AFONSO, José António; LACERDA, Silvestre Almeida; SILVA, António Manuel S. P.. A população escolar feminina de Sta. Marinha na Escola do Torne na transição do séc. XIX para o séc. XX.Notas exploratórias. In: 1as. Jornadas de História Local de Santa Marinha. Vila Nova de Gaia: Junta Freguesia de Santa Marinha,2001, p.159-172.

AFONSO, José António; SILVA, António Manuel S. P..Momentos da imprensa infanto-juvenil protestante em Portugal: O Amigo da Infância(1874-1940) e o Raio de Sol(1925-1951) —Aproximações às dinâmicas e ciclos do movimento evangélico. In: CASTILLO GÓMEZ, A. (Dir.); SIERRA BLAS, V. (Ed.). Mis primeros pasos. Alfabetización, escuela y usos cotidianos de la escritura (siglos XIX y XX). Gijón: Trea, 2008, p. 95-122.

AFONSO, José António;SILVA, António Manuel S. P.. Cultura escolar e representação. As Festas da Escola do Torne (Vila Nova de Gaia) durante o ciclo de Diogo Cassels (1868-1923). In:FELGUEIRAS, M. L. &VIEIRA, C. E. (Dir.). Cultura escolar, migrações e cidadania: actas do Congresso Luso-Brasileiro de História da Educação, 7, 2008 [CD-ROM]. Porto: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, 2010.

AFONSO, José António; SILVA, António Manuel S. P..A Escola do Torne (Vila Nova de Gaia, Portugal, 1883-1922):As festas escolares como práticas educativas. In: STAMATTO, M. I. S.&NETO, O. M. M.(Orgs.).Práticas Educativas, Formação e Memória.Campinas, S. P.: Mercado das Letras, 2015, p. 15-62.

AFONSO,José António;SILVA, António Manuel S. P. & LACERDA, Silvestre Almeida(2016). A escola do Torne (Vila Nova de Gaia): dinâmicas socioeducativas de uma escola evangélica na transição do século XIX para o século XX. In:VIEIRA, Cesar Romero Amaral & VILAS-BÔAS, Ester Fraga (Orgs.).Contribuições do protestantismo para a história da educação no Brasil e em Portugal.Piracicaba, SP:UNIMEP –Universidade Metodista de Piracicaba, 2016, p. 39-60.

AFONSO, José António; SILVA, AntónioManuel S. P.; LACERDA, Silvestre Almeida & PEIXOTO, Fernando.Angel Herreros de Mora: um expoente da convergência ibérica na implantação do anglicanismo peninsular. Anales de Historia Contemporánea, Múrcia, 21, p. 383-408, 2005.

ASPEY, Albert. Por este caminho. Origem e progresso do Metodismo em Portugal no Século XIX. Umas páginas da história da procura da liberdade religiosa.Porto: Igreja Evangélica Metodista em Portugal, 1971.

BARRETO, José Maria. Introdução da Reforma em Portugal. Extracto da Conferência realizada na União Christã Evangélica da Mocidade Portuguesa em 23 de Fevereiro de 1901. Lisboa: [S. Ed.], 1901.

BASTIAN, Jean-Pierre. Problemas y métodos para la investigación de los protestantismos ibéricos del siglo XIX y XX. Anales de Historia Contemporânea, Múrcia, 17, p. 21-34, 2001.

BOULAY, Béremger. Variations d’échelle: cartographie, historiographie, narratologie. ATALA,Rennes, 13: Le Royaume-Uni : culture et identités, p. 285-300, 2010.

CARDOSO, Manuel P.. História do Protestantismo em Portugal. Figueira da Foz: Centro Ecuménico Reconciliação, 1985.

CARDOSO, Manuel P..Protestantismo em Portugal. ICALP. Revista, Lisboa, 18, p. 141-149, 1989.

CARDOSO, Manuel P.. Por Vilas e Cidades. Notas para a história do protestantismo em Portugal.Lisboa: Seminário Evangélico de Teologia, 1998.

[CASSELS, Diogo].A Reforma em Portugal. A historiaresumida já publicada na “Egreja Lusitana” nos annos de 1897 e 1898, revista, augmentada... .Porto: Typ. a Vapor de José da Silva Mendonça, 1908 [Reedição: V. N. Gaia: /estratégias cristivas/Igreja Lusitana, 2018].

CÊ, Graziella; FLORES, Daniel. O conceito e a aplicabilidade do ica-atom (atom) como ferramenta de descrição, difusão e acesso do patrimônio documental arquivístico. Informatio, Montevidéu, 21(2), p. 88-100, 2016.

CIRNE, Teresa; VIDAL, Alexandra; SILVA,António Manuel S. P.; AFONSO, José A. Cooperação arquivística entre o Município de Gaia e a Igreja Lusitana: um exemplo de partilha integrada de interesse público. In:Actas. Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas.13 [Em linha: www.bad.pt/publicacoes], 6 pp. não numeradas, 2018.

COSTA, Maria Zita Freire Amado Ferreira da.Retrato de uma minoria religiosa em Portugal.Os registos da Igreja Metodista do Mirante, Porto, 1878-1978. 2 Vols. Dissertação de Mestrado, texto policopiado. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1997. Des protestantismes en "lusophonie catholique". Lusotopie 1998. Paris/Talence, 1998.

DESCAMPS, Florence. L’historien, l’archiviste et le magnétophone. De la constitution de la source orale à son exploitation. Paris: Comité pour l’histoire économique et financière de la France, 2001.Dynamiques religieuses en lusophonie contemporaine. Lusotopie 1999. Paris/Talence, 1999.

FERNANDES, Ferreira.Madeirenses errantes. Lisboa: Oficina do Livro, 2004.

FIGUEIREDO, J. Santos.Factos notaveis da Historia da Egreja Lusitana.2ª ed. “Biblioteca Antonio Maria Candal”. 2ª série. 2. [1ª ed. de 1909, na mesma colecção]. Porto: Typ. Mendonça, 1910.

GOLDMAN, Lawrence.Science, Reform and Politics in Victorian Britain: The Social Science Association, 1857-1886. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.https://doi.org/10.1017/CBO9780511490545.

GUICHARD, François.Le Protestantisme au Portugal. Arquivos do Centro Cultural Português, Paris, 28, p. 455-482, 1990.

GUICHARD, François.(1993a) –Madère, pôle de diffusion du protestantisme dans le monde lusophone. In:Missionação Portuguesa e Encontro de Culturas. Actas do Congresso Internacional de história. Braga: Universidade Católica Portuguesa, vol. 4, 1993 a, p. 157-171.

GUICHARD, François.La place de la Madère dans l’histoire du protestantisme lusophone (XIXe-XXe siècles). In: Actasdo 3º Colóquio Internacional de Historia da Madeira. Funchal: Centro de Estudos de História do Atlântico,1993 b,p. 585-595.

GUICHARD, François.A formação de um protestantismo Lusófono através do Atlântico: esquema de difusão. Revista da Faculdade de Letras –História, Porto, 2ªSérie, 12, p. 411-429, 1995 a.

GUICHARD, François.O Torne e a Igreja Lusitana no contexto do Protestantismo português do séc. XIX. In:Vila Nova de Gaia de há 100 anos. Colóquio comemorativo do centenário da igreja do Torne. Actas. V. N. Gaia: Junta Paroquial de São João Evangelista,1995 b, p.57-69.

KALLEY, Robert R..Exposição de Factos relativos à agressão contra os protestantes na Ilha da Madeira. Ed. original: Funchal, 1843. Lisboa: [S.Ed.], 1875.

LEITE, Rita Mendonça.Protestantismo e Republicanismo: o percurso de Eduardo Moreira, protestante e membro do Partido Republicano Português. Lusitania Sacra,Lisboa, 2ª série, 19-20, p. 91-119, 2007-2008.

LEITE, Rita Mendonça.Representações do Protestantismo na Sociedade Portuguesa Contemporânea.Da exclusão à liberdade de culto (1852-1911). Lisboa: Centro de Estudos de História Religiosa–Universidade Católica, 2009.

LEITE, Rita Mendonça.Eduardo Moreira e as missões protestantes no espaço colonial português: ecos de um projeto pedagógico de evangelização na primeira metade do século XX. Lusitania Sacra, Lisboa, 2ª série, 25, p. 115-125, 2012.

LEITE, Rita Mendonça. Texto e Autoridade. Diversificação sociocultural e religiosa com a Sociedade Bíblica em Portugal (1804-1940).2 Vols. Tese de Doutoramento, texto policopiado. Lisboa: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2016.

LEPETIT, Bernard. L'histoire prend-t-elle les acteurs au sérieux?. Espaces Temps, Lausanne, 59-61: Le temps réfléchi. L'histoire au risque des historiens, p. 112-122,1995.

LOPES, Rosa M. Barros.Valdosende: origem de uma minoria protestante.Dissertação de Mestrado, texto policopiado. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 2001.

MARQUES, João Francisco. Para a história do Protestantismo em Portugal. Revistada Faculdade de Letras –História, Porto, 2ª Série, 12, p. 431-475, 1995.

MARQUES, João Francisco. A controvérsia doutrinária entre o catolicismo e o protestantismo em Portugal no último quartel do século XIX. Lusotopie 1998 –Des protestantismes en "lusophonie catholique", Paris/Talence, p.283-298, 1998.

MARQUES, João Francisco; GUICHARD, François. Programme de travail sur les minorités religieuses et de pensée au Portugal et notamment le cas du protestantisme. Lusitania Sacra, Lisboa, 2ªSérie, 8/9, p. 599-609, 1996-1997. Minorías Religiosas en España y Portugal, ayer y hoy. Anales de Historia Contemporánea, Murcia, 17, 2001.

MOREIRA, Eduardo H.. Notas históricas sobre a origem das Igrejas Evangélicas em Portugal. Separata da “Revista de História”. Braga: [Ed. A.], 1913. MOREIRA, Eduardo. Esboço da História da Igreja Lusitana.S. l. [Vila Nova de Gaia]: Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, 1949.

MOREIRA,Eduardo. Crisóstomo Português. Elementos para a História do Púlpito. [Lisboa]: Junta Presbiteriana de Cooperação em Portugal, 1957.

MOREIRA, Eduardo.Vidas Convergentes. História breve dos movimentos de reforma cristã em Portugal a partir do século XVIII. [Lisboa]: Junta Presbiteriana de Cooperação em Portugal, 1958.

MOREIRA, J. M. Mendes.Origens do Episcopalismo em Portugal–O despertar da Igreja Lusitana (1839-1899).2 Vols. Dissertação de Mestrado, texto policopiado. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1995.

MOREIRA, Joaquim M. Mendes.Em busca da identidade: de uma igreja minoritária de finais de Oitocentos –o caso da Igreja LusitanaCatólica Apostólica Evangélica. In:RAMOS, L. O.; JORGE, M. R. & POLÓNIA, A. (Coord.). Estudos em homenagem a João Francisco Marques. Vol. 2. Porto: Faculdade de Letras –Universidade do Porto, 2002p. 175-84.

NEMÉSIO, Maria Inês. Índices de livros proibidos noséculo XVI em Portugal: à procura da ‘Literatura’. Comunicaçãoapresentada ao I Encontro do Grupo de Estudos Lusófonos,Porto, Faculdade de Letras, setembro, 2011. Disponível em http://web.letras.up.pt/gel/I%20Encontro/Maria%20In%C3%AAs%20Nem%C3%A9sio.pdf [consulta em 18.12.2017].

NETO, Vítor. O Estado, a Igreja e a Sociedade em Portugal (1832-1911).Lisboa: IN-CM, 1998. Nos 200 Anos da Sociedade Bíblica. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, Lisboa, 4, 7-8, 2005. O Protestantismo no espaço lusófono. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, Lisboa, 5, 9-10, 2006.

OLIVEIRA, Narciso de. Alfredo Henrique da Silva. Evangelizador de acção e cristão do mundo.Dissertação de Mestrado, texto policopiado. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1996.

PEABODY, Francis Greenwood.Jesus Christ and the Social Question. An Examination of the Teaching of Jesus in its Relation to some of the Problems of Modern Social Life. 1ª ed.: 1900. London: Macmillon and Cº, Limited, 1907.

PEIXOTO, Fernando.Diogo Cassels, uma vida em duas margens. 2 Vols. Dissertação de Mestrado, texto policopiado. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1995 a.

PEIXOTO, Fernando. A dívida do Protestantismo aos Cassels. In: VilaNova de Gaia de há 100 anos. Colóquio comemorativo do centenário da igreja do Torne. Actas. V. N. Gaia: Junta Paroquial de São João Evangelista,1995 b, p.35-56.

PEIXOTO, Fernando. O que se sabe e o que se procura sobre o protestantismo em Portugal. Lusotopie1999 –Dynamiques religieuses en lusophonie contemporaine. Paris/Talence, p. 257-269, 1999.

PEIXOTO, Fernando.Diogo Cassels, uma vida em duas margens.V. N. Gaia: Câmara Municipal, 2001.

PEIXOTO, Fernando. Diogo Cassels. A Praxis ao serviço da Fé. Vila Nova de Gaia: estratégiascriativas, 2005.

PIERSON, Arthur T.. L’Évangelisation. Principes et Pratiques. Genève: L’Adresse Office, 1897.

Protestantismo e Catolicismo nos séculos XIX e XX. Lusitania Sacra, Lisboa, 2ª Série. 11, 1999.

RIBEIRO, Eduardo; RIBEIRO, Joel. Precursores da Reforma em Portugal.Queluz: Núcleo, 2001.

SANTOS, Luís Aguiar. A primeira geração da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica (1876-1902). Lusitania Sacra, Lisboa, 2ªSérie, 8-9, p. 299-360, 1996-1997.

SANTOS, Luís Aguiar. O protestantismo em Portugal (séculos XIX e XX): linhas da sua história e historiografia. Anales de Historia Contemporánea, Múrcia, 17, p. 53-76, 2001.

SANTOS, Luís Aguiar. (2002). A transformação do campo religioso português. In:AZEVEDO, Carlos M. (Dir.). História Religiosa de Portugal.Vol. 3. Lisboa: Círculo de Leitores/Universidade. Católica Portuguesa,2002, p.419-491.

SILVA, António Manuel S. P.. A Igreja Lusitana e o Republicanismo (1880-1910): Convergências e Expectativas do Discurso Ideológico. In: SANTOS, M. H. Carvalho (Coord.). A Vida da República Portuguesa 1890-1990. Vol. 2. Lisboa: Cooperativa de Estudos e Documentação,1995 a, p.739-756.

SILVA, António Manuel S. P.. Dos prelos como instrumento de missão. A "boa imprensa" e a imprensa protestante no último quartel do século XIX. In:Vila Nova de Gaia de há 100 anos. Colóquio comemorativo do centenário da igreja do Torne. Actas. V. N. Gaia: Junta Paroquial de São João Evangelista,1995 b, p.93-130.

SILVA, António Manuel S. P.. Os protestante e a política portuguesa. O caso da Igreja Lusitana na transição do séc. XIX para o séc. XX. Lusotopie 1998–Des protestantismes en "lusophonie catholique",Paris/Talence, p. 269-282, 1998.

SILVA, António Manuel S. P..(2005) –A Reforma, o primeiro jornal evangélico português. Revista de Portugal, Vila Nova de Gaia, 2, p. 60-71, 2005.

SILVA, António Manuel S. P..Compromisso cristão e intervenção política nas primeiras gerações protestantes em Portugal: o caso da Igreja Lusitana. In:FERREIRA, A. M. & ALMEIDA, J. (Coord.). Religião e Cidadania. Protagonistas, motivações e dinâmicas sociais no contexto ibérico.Lisboa: Universidade Católica Portuguesa,2011 a,p. 567-592.

SILVA, António Manuel S. P..O protestantismo português e a República: da utopia à realidade. In: Igrejae República(s): Mito(s) e História(s). Actas do 6º Encontro Cultural de São Cristóvão de Lafões. Lafões: Associação dos Amigos do Mosteiro de São Cristóvão de Lafões,2011 b, p.47-72.

SILVA, António Manuel S. P., (Coord.). Paróquia de Cristo e Colégio Evangélico Lusitano: um século de testemunho cristão em Oliveira do Douro (V. N. Gaia).Vila Nova de Gaia: Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, 2013.

SILVA, António Manuel S. P..O protestantismo em Albergaria-a-Velha. Um metodista no Palhal há 160 anos. Albergue. Históriae Património do Concelho de Albergaria-a-Velha, Albergaria-a-Velha,3, p. 33-52, 2016.

SILVA, António Manuel S. P. (no prelo) –A reforma protestante em Portugal. Dos percursores aos finais da monarquia. In: AA. VV., A Reforma aos 500 anos (1517-2017). Porto: Fundação SPES,2018 a, p. 175-249.

SILVA, António Manuel S. P.. Torne(1868-2018): um lugar na História. V. N. Gaia: Paróquia Lusitana de São João Evangelista; Assoc. das Escolas do Torne e do Prado, 2018b.

SILVA, António Manuel S. P.; AFONSO, José António.Associação das Escolas do Torne e do Prado: servir, educar e incluir. V. N. Gaia:AETP, 2015.

SILVA, António Manuel S. P.; AFONSO, José António. A rede escolar protestante em Vila Nova de Gaia (1868-1923): uma panorâmica geral. In: RIBEIRO, Cláudia P. & ARAÚJO, Francisco M. (Orgs.). A História da Educação em Vila Nova de Gaia. Porto: CITCEM/ FLUP,2017, p.25-62

SILVA, António Manuel S. P.; AFONSO, José António & VIDAL, Alexandra. (2016) –A Igreja e a Escola do Prado: cento e quinze anos de instrução e testemunho cristão em Coimbrões, Vila Nova de Gaia. V. N. Gaia: Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, 2016. Social Science: being Selections from John Cassell’s Prize Essays by Working Men and Women. With Notes. London: Cassell, Peter and Galpin/La Belle Sauvage Yard, 1861.

TESTA, Michael P.. O Apóstolo da Madeira. Lisboa: Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal,1963.

TILLICH, Paul. A Era Protestante. S. Paulo: Instituto Ecuménico de Pós-Graduação em Ciências da Religião, 1992.

VAN DER GRIJP, Klaus. Recent research to the history of Protestantism in Spain and Portugal. Exchange, Leiden, 28, 2, p. 170-184, 1999.

VIANA, Maria Albertina N.. Eduardo Moreira, um construtor da diferença.2 Vols. Dissertação de Mestrado, texto policopiado.Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 1999.

VIDAL, Alexandra Silva. El archivo histórico de la iglesia lusitana (Comunión anglicana de Portugal): El reto de la organización, tratamiento y difusión de un archivo religioso en la web. In: ARIAS COELLO, Alicia & García Sánchez, Diego (Coord.). Actas de las I Jornadas de Estudiantes de Ciencias de la Documentación “Compartiendo Conocimiento”.Madrid: Universidad Complutense, [2017], p. 71-78.

VIDAL, Alexandra Silva; AFONSO, José António; SILVA,António Manuel S. P..Contributo para o estudo da sociabilidade protestante no Portugal Contemporâneo: as Ligas de Esforço Cristão. In: Congresso Internacional SocyHume 2016 –Da sociabilidade ao património histórico e cultural. O Sul em perspectiva comparada, Séculos XVIII a XXI, Universidadede Évora, setembro de 2016.[No prelo].Vila Nova de Gaia de há 100 anos. Colóquio comemorativo do centenário da igreja do Torne. Actas. V. N. Gaia: Junta Paroquial de São João Evangelista, 1995.

VOELTZEL, René.Éducation et Révélation. Introduction aux Problemes de la Pédagogie Chrétiene. Paris: PUF, 1960.

ZNANIECKI, Florian. Education for Democracy[c. 1940].In: ZNANIECKI, Florian -Education and Social Change. Ed. and int. by Elabieta Halas. Frankfurt and Main: Peter Lang,1988, p. 41-121.