Modernidade e minorias religiosas. Os arquivos da Igreja Lusitana (séculos XIX-XX)

Main Article Content

José António Afonso
António Manuel S. P. Silva

Resumo

A emergência em Portugal de correntes religiosas de matriz anglicana ao longo do século XIX corporizou-se, a partir de 1880, na Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, uma confissão religiosa formada do encontro de um conjunto de clérigos católicos insatisfeitos com o rumo doutrinal e a praxis litúrgica, pastoral e social da Igreja Católica Romana com movimentos protestantes e evangélicos que entretanto germinavam em vários pontos do País. Escorada nesta identidade de transição, a Igreja Lusitana pautou a sua atuação por forte investimento na educação popular e na criação de dispositivos promotores do ensino, do estímulo ao livre pensamento e da socialização assente nos princípios cristãos mas também de uma cidadania consciente e interventiva. Neste texto pretendemos, por um lado, apresentar, em termos genéricos, os fundos arquivísticos da Igreja Lusitana conservados, a par de uma importante hemeroteca e biblioteca históricas, e, por outro lado, apresentar o processo de criação do Arquivo Histórico desta igreja, evidenciando os constrangimentos e os resultados conseguidos até ao presente, salientando, deste modo, a sua crescente importância e valorização para o estudo e compreensão do papel das minorias religiosas na construção da modernidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Afonso, J. A., & Silva, A. M. S. P. (2019). Modernidade e minorias religiosas. Os arquivos da Igreja Lusitana (séculos XIX-XX). Cadernos De História Da Educação, 18(1), 238-265. https://doi.org/10.14393/che-v18n1-2019-14
Seção
Artigos
Biografia do Autor

José António Afonso, Universidade do Minho

Doutor em Educação: História da Educação pela Universidade do Minho. Professor do Instituto de Educação e Investigador do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho (Portugal). E-mail: jafonso@ie.uminho.pt

António Manuel S. P. Silva, Universidade do Porto

Mestre em Arqueologia (Univ. do Porto) e Doutorando em Estudos Culturais (Univ. Santiago de Compostela). Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória da Univ. do Porto. Diretor do Arquivo Histórico da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica. E-mail: arquivohistorico@igreja-lusitana.org