Extensões comunitárias da escola e construção social da democracia na Espanha (1931-1939). Contribuições do movimento Freinet

Main Article Content

José Luis Hernández Huerta

Resumo

Este artigo destaca o caráter social do movimento Freinet espanhol durante a Segunda República (1931-1936) e a Guerra Civil (1936-1939) e explora a dimensão comunitária das suas práticas escolares. Em primeiro lugar, são analisados alguns aspectos da organização freinetiana espanhola que ajudam a pensá-la como um movimento social, além de pedagógico. Em segundo lugar, estuda-se, por um lado, as principais estratégias utilizadas pelos professores para permitir a construção social da democracia por meio da escola e, por outro, as extensões mais significativas desta escola na comunidade e suas contribuições para derrubar as barreiras físicas e simbólicas que separavam as instituições escolares do cotidiano dos cidadãos comuns.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Hernández Huerta, J. L. (2019). Extensões comunitárias da escola e construção social da democracia na Espanha (1931-1939). Contribuições do movimento Freinet. Cadernos De História Da Educação, 18(1), 122-145. https://doi.org/10.14393/che-v18n1-2019-7
Seção
Dossiê: Educação em Perspectiva Local/Municipal
Biografia do Autor

José Luis Hernández Huerta

Doutor em Educação pela Universidade de Salamanca (Espanha). Professor na Universidade de Valladolid (Espanha). E-mail: jlhhuerta@mac.com