O moderno no progresso de uma cultura urbana, escolar e religiosa na constituição de um município mineiro

Main Article Content

Jardel Costa Pereira

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar o desenvolvimento urbano e educacional com base em categorias classificadas como “moderno” e de “progresso”. Tomando como referência a cidade de Lavras, localizada no sul do Estado de Minas Gerais e os seus acervos documentais, pretende-se demonstrar como o poder público municipal participou no surgimento de importantes instituições, entre elas a educacional. Por meio de uma pesquisa histórico-documental, demonstrou-se como a construção do urbano se tornou um fator importante na cidade de Lavras, sendo um indicativo de que a preocupação com a ordem social estava aliada à questão do progresso, bem como se defendeu a hipótese de que a instalação de escolas não foi um fator imediato e fundamental para o surgimento das vilas. Após a elevação da vila à cidade, o poder municipal estendeu a preocupação às questões sociais e educacionais, com a participação de uma elite modernista de intelectuais e educadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Pereira, J. C. (2019). O moderno no progresso de uma cultura urbana, escolar e religiosa na constituição de um município mineiro. Cadernos De História Da Educação, 18(1), 69-92. https://doi.org/10.14393/che-v18n1-2019-5
Seção
Dossiê: Educação em Perspectiva Local/Municipal
Biografia do Autor

Jardel Costa Pereira, Universidade do Estado de Minas Gerais (Brasil)

Doutorado em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, com estágio de pesquisa na Loyola University Chicago (Estados Unidos). Professor da Universidade do Estado de Minas Gerais (Leopoldina). E-mail: jardelcostper@gmail.com. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-0857-0783.

Referências

BASTOS, Rodrigo Almeida. Regularidade e ordem das povoações mineiras do século XVIII. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo, São Paulo, n. 44, p. 27-54, fev. 2007. Disponível em: . Acesso em: 04 fev. 2014.

BINETTI, Saffo Testoni. Progresso. In: BOBBIO, Norberto (Org.). Dicionário de política. Brasília: EdUnB, 1995.

BIRCHAL, Sérgio de Oliveira. O empresário brasileiro: um estudo comparativo. 2004. Disponível em: . Acesso em: 1.º mar.2018.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador: formação do estado e civilização. Rio de Janeiro: Zahar, 1993. v. 2.

FOLHA DE LAVRAS.Lavras, 17 set. 1899.

FOLHA DE LAVRAS.Lavras, 30 nov. 1902.

FOLHA DE LAVRAS.Lavras, 1.ºjun. 1902.

FOLHA DE LAVRAS,Lavras, 7 dez. 1902.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: história da violência nas prisões. Petrópolis, RJ: Vozes. 2013.

GAMMON, Clara. Assim brilha a luz: a vida de Samuel R. Gammon. Lavras: Imprensa Gammon, 1959.

GONDRA, José Gonçalves. Tomar distância do poder. In: RAGO, Margareth; VEIGA-NETO, Alfredo. (Org.). Para uma vida não fascista. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

HEES, Felipe. A industrialização brasileira em perspectiva histórica. Em tempo de Histórias, Brasília, n. 18, p.100-131,jan./jul. 2011.

NEGRÃO, Eduardo Fernandes. Família Negrão. 2004. Disponível em: . Acesso em: 18 fev. 2013.O CARACTER. Lavras, 27 jan. 1895.

PEREIRA, Jardel Costa. Grupo Escolar de Lavras: produzindo uma instituição modelar em Minas Gerais (1907-1905). 2005. 436 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, 2005. Disponível em: . Acesso em: 21 fev.2018.

ROUSSEAU, Jean Jacques. Carta a D ́Alembert. São Paulo: Ed. Unicamp, 1993.

ROSSI, Paolo. Naufrágios sem espectador:a ideia de progresso. São Paulo: Ed. Unesp, 2000.

SMITH, Adam. A riqueza das nações. São Paulo: Nova Cultural, 1985.

SILVA, Alessandra Teixeira da; PAIVA, Patrícia Duarte de Oliveira. Do Romantismo à atualidade: Lavras, história de uma praça. Lavras: Ed. Universidade Federal de Lavras, 2008.

VEIGA, Cynthia Greive. A escolarização como projeto de civilização. Revista Brasileira de Educação,Rio de Janeiro, n. 21, p. 90-103, set./dez.2002.

VEIGA, Cynthia Greive. História da educação. São Paulo: Ática, 2007.

VEIGA, Cynthia Greive; FARIA FILHO, Luciano Mendes de. Belo Horizonte: a escola e os processos educativos no movimento da cidade. Vária História, Belo Horizonte, n. 18, p.203-222, 1997.

VIDA ESCOLAR.Lavras, 15 jul. 1907.

VIDA ESCOLAR.Lavras, 1.º set. 1907.

VIDA ESCOLAR.Lavras, 1.º abr. 1908.

VIDA ESCOLAR. Lavras,1.º jul. 1908.

VIDA ESCOLAR.Lavras, 1.º set. 1908.

VILELA, Márcio Salviano. A formação histórica dos Campos de Sant ́Ana das Lavras do Funil. Lavras: Indi Gráfica, 2007.