Os sentidos de uma vida: a construção de si e do grupo na materialidade de uma autobiografia

Main Article Content

Loyde Anne Carreiro Silva Veras
Evelyn de Almeida Orlando

Resumo

Este artigo parte de uma análise do livro 8:28, a autobiografia de Eva Yarwood Mills publicada em 1976, em Lancaster, Estados Unidos. Eva Mills veio da Inglaterra para o Brasil como uma missionária protestante no período de 1928 a 1959, aposentando-se nos Estados Unidos. A partir da materialidade do 8:28, procuramos identificar os sentidos acionados pela autora nas representações tanto de si quanto do grupo religioso ao qual ela pertencia. Conjuntamente exploramos os elementos do pacto autobiográfico e discutimos as estratégias acionadas a partir da relação entre editor, autora-narradora-personagem e público leitor. Identificamos uma narrativa rica em sentidos e caminhos de possíveis análises, capazes de suscitar questões relevantes, como as estratégias usadas na representação de uma vida, os usos da autobiografia na construção identitária de um sujeito e do grupo que faz parte e o lugar da educação na vida desta personagem. Apesar de Eva Mills ser uma professora e construir-se por meio da educação, é na relação com o grupo religioso da sua velhice que ela se reelabora enquanto missionária e legitima-se como educadora a serviço de uma missão protestante europeia-americana (auto)definida como civilizadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Veras, L. A. C. S., & Orlando, E. de A. (2018). Os sentidos de uma vida: a construção de si e do grupo na materialidade de uma autobiografia. Cadernos De História Da Educação, 17(3), 799-820. https://doi.org/10.14393/che-v17n3-2018-11
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Loyde Anne Carreiro Silva Veras, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Brasil)

Doutoranda em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. E-mail: loydeanne08@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7755-2434. LATTES: http://lattes.cnpq.br/2317824254994363.

Evelyn de Almeida Orlando, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (Brasil)

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com estágio de pesquisa na Universidade de Lisboa. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. E-mail: evelynorlando@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5795-943X. LATTES: http://lattes.cnpq.br/5837085501572080.

Referências

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Trad. Mariza Corrêa. 10.ed. Campinas, São Paulo: Papipus, 1996.

BLOCH, Marc Leopold Benjamin. Apologia da história ou o ofício de historiador. Trad. André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

BURKE, Peter. Testemunha ocular: história e imagem. São Paulo: EDUSC, 2005.

CERTEAU, Michel de. Uma variante: a edificação hagiográfica. In: CERTEAU, Michel de. A escrita da História. Trad. Maria de Lourdes Menezes. 3.ed. Rio de Janeiro: Forense, 2011.

CHAMON, Carla Simone. Maria Guilhermina Loureiro de Andrade e a educação como missão. In: CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE PESQUISA (AUTO)BIOGRÁFICA, 2., 2006, Salvador. Anais tempos, narrativas e ficções: a invenção de si, 2006.

CHAMON, Carla Simone. Maria Guilhermina Loureiro de Andrade:a trajetória profissional de uma educadora (1869/1913). Tese (Doutoradoem Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte,2005.

CHARTIER, Roger.A história cultural, entre práticas e representações. Trad. Maria Manuela Galhardo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,1990.

CHARTIER, Roger. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietudes. Trad. Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFGS, 2002.

CHARTIER, Roger.A mão do autor e a mente do editor. Trad. George Schlesinger. São Paulo: Editora Unesp, 2014.

CUCHE, Denys. A noção de cultura nas ciências sociais. Trad. Viviane Ribeiro. 2.ed. Bauru: EDUSC, 2002.

DAVINA, Anna. Cartão postal enviado a Eva Mills. 4 dez. 1975. Arquivo pessoal da família Doepp.

HILSDORF, Maria Lúcia Spedo. Escolas americanas de confissão protestante na Província de São Paulo, um estudo de suas origens. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de São Paulo,1977.

HILSDORF, Maria Lúcia Spedo. Francisco Rangel Pestana, jornalista, político, educador. Tese (Doutorado em Educação) –Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1986.

HILSDORF, Maria Lúcia Spedo. Educadoras metodistas no século XIX: uma abordagem do ponto de vista da História da Educação. Revista do Cogeime, São Paulo, ano 2, p. 93-98, jun. 2002.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à internet. Belo Horizonte: ed. UFMG, 2008.

MENDONÇA, Antônio Gouvêa. O celeste porvir:a inserção do protestantismo no Brasil. São Paulo: Aste, 1995.

MESQUIDA, Peri; FERREIRA, J. B. M. Uma escola norte-americana de língua alemã em Curitiba: Ellen White e o Colégio Internacional, 1896-1904. In: MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck; FERREIRA,Jacques de Lima (Orgs.). Formação de Professores: História, políticas educacionais e práticas pedagógicas. Curitiba: Appris, 2015.p. 93-107.

MESQUIDA, Peri. Hegemonia norte-americana e educação protestante no Brasil: um estudo de caso. Trad. Celso Rodrigues Filho. Juiz de Fora: EDUJF; São Bernardo do Campo: Editeo, 1994.

MESQUIDA, Peri. Mulheres missionárias metodistas e educação no Brasil, de 1880 a 1920: A educação da elite republicana. Revista Diálogo Educacional (PUCPR), Curitiba, p. 65-78, 2005.

MESQUIDA, Peri. Um destino manifesto: a presença de mulheres missionárias metodistas na educação brasileira. VIEIRA C. R. A.;NASCIMENTO, E. F. V. C. (Orgs.). Contribuições do Protestantismo para a história da educação no Brasil e em Portugal. Piracicaba: Editora Unimep, 2016.

MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio. Baú de memórias, bastidores de histórias: o legado pioneiro de Armanda Álvaro Alberto. Bragança Paulista: Editora da Universidade de São Francisco, 2002.

MIGNOT, Ana Cristina Venâncio; CUNHA, Maria Teresa Santos (Orgs.). Práticas de Memória Docente. São Paulo: Cortez, 2003.

MILLS, Eva. 8:28. Lancaster: Brookshire Publications, 1976.

MILLS, Eva. Em lugar do espinheiro. Belém: Missão Cristã Evangélica do Brasil, [1982?].


MILLS, Eva. Stories from parakeet country. Lancaster: UFM internacional, [1986?].

NASCIMENTO, Ester F. V. C. Educar, curar, salvar: uma ilha de civilização no Brasil tropical. Maceió: EDUFAL, 2007.

REAPSOME, James W. The imitation of Saint Paul: examining our lives in light ofhis example. Eugene, Oregon: Casca de Books, 2013.

REILY, Ducan Alexander. História documental do protestantismo no Brasil. 3. ed. São Paulo: Aste, 2003.

SILVA, Alexandra Lima da. Narrativas de vida de ex-escravos como fonte/objeto para a história da educação. In: VASCONCELOS, M. C. C.;CORDEIRO, V. M. R.;VICENTE, P. P. (Orgs.). (Auto)biografia, literatura e história. Curitiba, PR: CVR, 2014.

SOUZA, Elizeu Clementino; PASSEGGI, Maria da Conceição. Apresentação. Dossiê (Auto)biografia e educação: pesquisa e práticas de formação. Educação em Revista,Belo Horizonte, vol. 27, n. 1,2011.

TENNET, Timothy C. The Lausanne Movement:a range of perspectives. Oxford: Regnum Books, 2014. Disponível em https://www.lausanne.org/pt-br/recursos-multimidia-pt-br/o-movimento-de-lausana-e-o-evangelicalismo-global-distintivos-teologicos-e-impacto-missiologico. Acesso em: 5abr. 2017.

THE LAUSANNE COVENANT. Lausanne mouvement. Connecting influencers and ideas for global mission. [on-line].01 aug. 1974. Disponível em:https://www.lausanne.org/content/covenant/lausanne-covenant. Acesso em:5 abr. 2017.

WEBER, Max. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo. Trad. José Marcos M. Macedo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

VERAS, Loyde Anne Carreiro Silva. Memórias da Terra de Beulá: a construção de uma vida e a produção de um lugar nas autobiografias de Eva Mills. Dissertação (Mestrado em Educação) – Escola de Educação e Humanidades, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2017.

VERAS, Loyde Anne C. S.;ORLANDO, Evelyn de Almeida. Autobiografia e educação: análise do livro autobiográfico de uma professora inglesa no Brasil. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, 13., 2017. Anais..., Curitiba, PUCPR, 2017.