Curriculum and Physical Education: an analysis of the document of 1978 Minas Gerais / Currículo e Educação Física: uma análise do documento de Minas Gerais de 1978

Main Article Content

Cláudio Pellini Vargas
Carlos Fernando Ferreira da Cunha Junior

Resumo

Em meados da década de 1980, emergiu no campo da Educação Física (EF) o conhecido Movimento Renovador. Trata-se de um período fortemente marcado pela influência das teorizações críticas sobre a área, seus professores e suas produções, bem como sobre a elaboração de documentos curriculares. Tendo encontrado potencialização a partir do período de reabertura política do Brasil, ao fim da ditadura militar, o referido movimento tem sido considerado pelos estudiosos da área como um momento de ruptura de paradigma, ou seja, a EF passou a não mais se pautar pela prática exclusiva de desenvolvimento da Aptidão Física no interior escolar. O presente trabalho objetivou analisar o documento curricular de EF escolar de Minas Gerais, publicado em 1978 pela Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. Por meio de uma abordagem qualitativa de análise de conteúdo, verificamos a sólida presença das teorizações tradicionais de currículo em seu interior, mas destacamos, entretanto, rudimentos do debate crítico que inspirou o movimento citado. Na estrutura, apresentamos a descrição metodológica da investigação, uma síntese das teorizações curriculares e a contextualização da Educação e da EF na década de 1970 no Brasil. A análise é inspirada em referenciais teóricos consagrados na Educação e na EF. Por fim, sustentamos que o documento mineiro, no auge do governo militar, apresentava indícios de uma tensão, a qual já procurava caminhos mais críticos para a EF nas escolas.

Palavras-chave: Educação Física Escolar. Currículo. História da Educação Física. Movimento Renovador. Teoria Crítica.


Abstract 

In the mid-1980, it emerged in the field of Physical Education (PE) the known renovating movement. It is a period strongly marked by the influence of the critical theorizations about the area, its teachers and its productions, as well as on the elaboration of curricular documents. Having found potentialization from the political reopening period of Brazil, to the end of the military dictatorship, the said movement has been considered by the scholars of the area as a moment of paradigm break, that is, the EF went on to no longer be guided by the practice Exclusively for the development of physical fitness in the school interior. This post, the present work aims to analyze the curriculum of PE School of Minas Gerais, published in 1978 by the secretariat of State of Education of Minas Gerais. Through a qualitative approach to content analysis, we verified the solid presence of the traditional theorizations of curriculum inside, however, we highlight clear indications of the critical debate that inspired the quoted movement. In the structure, we present the methodological description of the research, a synthesis of the curricular theorizations and the contextualization of education and EF in the 1970. The analysis is illuminated by theoretical references enshrined in education and EF. Finally, we maintain that the mining document, at the height of the military government, had already presented indications of a tension, which sought more critical paths for EF in schools. 

Keywords: Physical Education; Curriculum; History of Physical Education; Renewal Movement


Resumen 

A mediados de 1980, surgió en el campo de la educación física (EF) el conocido movimiento renovador. Es un período fuertemente marcado por la influencia de las teorizaciones críticas sobre el área, sus maestros y sus producciones, así como en la elaboración de documentos curriculares. Habiendo encontrado la potencialización del período de reapertura política de Brasil, hasta el final de la dictadura militar, dicho movimiento ha sido considerado por los eruditos de la zona como un momento de ruptura de paradigma, es decir, el EF pasó a no seguir siendo guiado por la práctica Exclusivamente para el desarrollo de la aptitud física en el interior de la escuela. Este post, el presente trabajo pretende analizar el documento curricular de EF Escola de Minas Gerais, publicado en 1978 por la Secretaría de estado de Educación de Minas Gerais. A través de un enfoque cualitativo para el análisis de contenido, verificamos la sólida presencia de las teorizaciones tradicionales del currículo interior, destacando sin embargo, claras indicaciones del debate crítico que inspiró el movimiento citado. En la estructura, presentamos la descripción metodológica de la investigación, una síntesis de las teorizaciones curriculares y la contextualización de la educación y EF en el 1970. El análisis está iluminado por referencias teóricas consagradas en la educación y EF. Por último, sostenemos que el documento minero, a la altura del gobierno militar, ya había presentado indicios de una tensión, que buscaba caminos más críticos para EF en las escuelas.

Palabras clave: Educación Física; Plan de estudios; Historia de la Educación Física; Movimiento Renovador

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Vargas, C. P., & Cunha Junior, C. F. F. da. (2018). Curriculum and Physical Education: an analysis of the document of 1978 Minas Gerais / Currículo e Educação Física: uma análise do documento de Minas Gerais de 1978. Cadernos De História Da Educação, 17(3), 763-779. https://doi.org/10.14393/che-v17n3-2018-9
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Cláudio Pellini Vargas, Centro Universitário Estácio Juiz de Fora e do Colégio de Aplicação João XXIII da UFJF

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Professor Adjunto do Centro Universitário Estácio Juiz de Fora e do Colégio de Aplicação João XXIII da UFJF. E-mail: prof.pellini@yahoo.com.br

Carlos Fernando Ferreira da Cunha Junior, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Educação (UFMG). Professor do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE / UFJF) e da Faculdade de Educação Física e Desportos da UFJF. E-mail: carlos.fernando@ufjf.edu.br