Modelos de Espaço Público em contraste: Imprensa e Modernidade Seletiva nas Províncias da Paraíba e Pernambuco (1870-1880)

Main Article Content

Matheus da Cruz e Zica
Patrícia Barros de Oliveira

Resumo

Este artigo procura elucidar o debate que se constituiu pela imprensa ao longo das décadas de 1870 e 1880 nas províncias brasileiras da Paraíba e de Pernambuco em torno do modelo francês de monarquia parlamentar que contrastava com o federalismo republicano dos EUA. Assumindo o lugar de formadora da opinião pública a imprensa procurou trazer destaque para a questão do Espaço Público na medida em que modos distintos de se lidar com ele estavam em jogo em cada um daqueles modelos políticos internacionais idealizados. Também foram mapeadas algumas relações que os jornais analisados indiciaram entre os debates sobre o Espaço Público e as retóricas de modernidade que os acompanhavam. Com frequência a questão da ciência e da técnica pareceu eclipsar a dimensão do conflito que é próprio do universo político e da esfera pública, unificando os olhares em torno de um deslumbramento com as benfeitorias materiais que o século prometia.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Zica, M. da C. e, & Oliveira, P. B. de. (2018). Modelos de Espaço Público em contraste: Imprensa e Modernidade Seletiva nas Províncias da Paraíba e Pernambuco (1870-1880). Cadernos De História Da Educação, 17(3), 650-667. https://doi.org/10.14393/che-v17n3-2018-4
Seção
Dossiê: Educação e Espaço Público em experiências históricas latino-americanas (Séculos XIX-XX)
Biografia do Autor

Matheus da Cruz e Zica, Universidade Federal da Paraíba (Brasil)

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor do Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba e da Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: matheusczica@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-1195-948X. LATTES: http://lattes.cnpq.br/4536380846550845.

Patrícia Barros de Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande (Brasil)

Mestre em História pela Universidade Federal de Campina Grande. E-mail: pf4303@hotmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0423-0850. LATTES: http://lattes.cnpq.br/1981887295465362.

Referências

AGUIAR, Cláudio. Franklin Távora e o seu Tempo. Ateliê Editorial: São Paulo, 1997.

BENJAMIN, Walter. Paris, Capital do Século XIX. In: KOTHE, Flávio. Walter Benjamin. Rio de Janeiro: Ática, 1985.

BURY, John. La Idea del Progreso. Tradução de Elías Díaz e Júlio Rodríguez. Madrid: Alianza Editorial, 1971.

CARRÉ, Patrice A. Expositions et modernité: Electricité et communication dans les expositions parisiennes de 1867 à 1900. Romantisme, Paris, n. 65, p.37-48, 1989.

CARVALHO, José Murilo de. Pontos e bordados:escritos de história e política. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

CHARTIER, Roger.À beira da falésia:a história entre certezas e inquietudes. Tradução de Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Ed. Universidade, UFRGS, 2002.

GOMES, Ana Carolina; PICCOLO, Priscilla; REY, Ricardo. Exposições Universais:Sociedade no século XIX –NEC (Núcleos de estudos contemporâneos) –UFF. Niterói: UFF, 2011.

HAMDAN, Juliana Cesário. Tavares Bastos e a educação no Império: as palavras e os conceitos. In: VALLE, Ione Ribeiro; HAMDAN, Juliana Cesário; DAROS, Maria das Dores (Org.). Moderno, Modernidade e Modernização:a educação nos projetos de Brasil –séculos XIX e XX (vol.2). Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014.

HEIZER, Alda Lúcia. Considerações sobre a participação da América Latina nas Grandes Exposições da segunda metade do século XIX. Revista Eletrônica da ANPHLAC, São Paulo, n. 9, p.1-16, 2010.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado:contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto-Ed. PUC-Rio, 2006.

KUHLMANN JÚNIOR, Moysés. As grandes festas didáticas:a educação brasileira e as exposições internacionais 1862-1922. São Paulo: USF/CDAPH, 2001.

LOPES, Ana Patrícia Quaresma. Exposições Universais Parisienses Oitocentistas. 2007. 245f. Monografia (Graduação em arquitetura) – FCTUC, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2007.

PEREIRA, Margareth Campos da Silva. A Participação do Brasil nas Exposições Universais: Uma Arqueologia da Modernidade Brasileira. Revista Projeto, São Paulo, n. 139, p.83-90, 1992.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. Exposições Universais:Espetáculos da Modernidade do Século XIX. São Paulo: Hucitec, 1997.

Fontes

CORREIO NOTICIOSO. Anno IX. N.:591. Parahyba, 7 de Dezembro de 1876. Disponível em: .

O AMERICANO. Semanario Politico e de Litteratura. Anno I. N.:3. Recife –Domingo, 15 de Maio de 1870. Disponível em: .

O CONSERVADOR. Periodico Polymathico. Anno I. N.:4. Parahyba, 29 de Setembro de 1875. Disponível em:.

O LIBERAL PARAHYBANO. Orgão do Partido Liberal. Anno I. Publicação semanal. N.:47. Parahyba, 30 de Agosto de 1879. Disponível em: .