Ser e tornar-se professor de História: um estudo em escolas no meio rural e urbano

Main Article Content

Astrogildo Fernandes da Silva Júnior
José Josberto Montenegro Sousa

Resumo

Este texto apresenta os resultados de uma pesquisa desenvolvida com o apoio da Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação da Universidade Federal de Uberlândia - PROPP/UFU. Tem como objetivo analisar a construção das identidades dos professores de História atuantes no ensino fundamental em escolas rurais e urbanas. De forma específica, buscou refletir sobre o processo histórico da formação de professores e compreender a formação inicial e continuada dos colaboradores desta investigação. Como metodologia, realizou-se uma pesquisa bibliográfica sobre formação de professores e, também, recorreu-se à história oral. Fizeram parte da investigação seis professores de História. O cenário da pesquisa limitou-se aos municípios de Araguari, Uberlândia e Patos Minas, no estado de Minas Gerais, Brasil. O estudo sobre a perspectiva histórica da formação de professores, no Brasil, revelou o movimento histórico, marcado por avanços, retrocessos, mudanças e continuidades. Concluiu-se que os professores colaboradores, como sujeitos sociais imersos em uma sociedade, formam suas identidades na relação que estabelecem com elementos da cultura como família, religião, instituições educativas etc. Produzem sua identificação, que também está carregada de significados simbólicos, de valores recebidos e reelaborados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Júnior, A. F. da S., & Sousa, J. J. M. (2016). Ser e tornar-se professor de História: um estudo em escolas no meio rural e urbano. Cadernos De História Da Educação, 14(3). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/33143
Seção
Artigos