Na rota do progresso: representações a respeito da Instrução Pública na Argentina (1879)

Main Article Content

José Gonçalves Gondra
Paulo Rogério Marques Sily

Resumo

A reflexão sobre fontes, condições de produção e usos por parte dos historiadores adquiriu maior legitimidade nos últimos anos, constituindo-se em questão obrigatória para estudos da área. Nesse artigo, examinamos um dos livros-relatórios da coleção produzida por Célestin Hippeau nos anos de 1870, com base em dois ângulos. O primeiro remete aos próprios discursos do relator, observando-se estrutura, gênero narrativo e efeitos pretendidos. Outro aborda representações a respeito da instrução pública em nove países. Deste conjunto, analisamos a experiência argentina, tomando por base questões associadas à liberdade, gratuidade, obrigatoriedade, secularização e higienização das escolas; condição que permitiu perceber a circulação e legitimação de determinados modelos de instrução no século XIX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Gondra, J. G., & Sily, P. R. M. (2016). Na rota do progresso: representações a respeito da Instrução Pública na Argentina (1879). Cadernos De História Da Educação, 14(3). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/33133
Seção
DOSSI