CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA EM CONGREGAÇÕES CATÓLICAS: PRÁTICAS E IMAGENS AGENTES

Main Article Content

Paula Leonardi

Resumo

Este artigo, que nasceu do estudo de quatro congregações - formadas por homens e por mulheres - criadas em meio às aparições marianas ocorridas no século XIX, discute como se dá a construção da memória no catolicismo naquele século com o fim de educar. A fim de observar as mudanças e as permanências nessas congregações, parto das ideias de Frances Yates sobre a arte da memória como parte da Prudência e de Milton Almeida, sobre um programa visual educativo desenvolvido pela Igreja Católica na Idade Média. O objetivo é analisar o uso da memória em duas vias: na construção e difusão de imagens agentes do feminino e nas prescrições de práticas para uso e controle consciente da memória, presentes em textos que contam suas histórias bem como nas regras dessas congregações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Leonardi, P. (2013). CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA EM CONGREGAÇÕES CATÓLICAS: PRÁTICAS E IMAGENS AGENTES. Cadernos De História Da Educação, 12(1). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/22910
Seção
Artigos