MODERNIZAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DO TRABALHO AGR͍COLA: AS FAZENDASMODELO EM MINAS GERAIS (1906-1915)

Main Article Content

Daniela Pereira Versieux

Resumo

O presente artigo tem como objeto de estudo as fazendas-modelo de Minas Gerais, que funcionaram entre 1906 e 1915 como parte de uma política pública voltada para a modernização da agricultura mineira e para o progresso econômico do Estado. Eram instituições de ensino profissional agrícola prático e localizaram-se em seis municípios: Belo Horizonte, Serro, Santa Bárbara, Itapecerica, Aiuruoca e Campanha. Procuramos tratar da escolarização do trabalho agrícola entrelaçada ao processo de modernização pelo qual passava a sociedade mineira quando foram instituídas as fazendas-modelo no Estado de Minas Gerais. E apreender as diversas dimensões do tornar escolar o trabalho agrícola: os sujeitos do processo de escolarização, os tempos, espaços, conhecimentos, materialidades e métodos. Para tal, foi necessário produzir a história das fazendas-modelo, estabelecendo nexos históricos entre as diversas instituições, no sentido de perceber o movimento político e econômico mais geral pelo qual passava a sociedade mineira na primeira República.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Versieux, D. P. (2013). MODERNIZAÇÃO E ESCOLARIZAÇÃO DO TRABALHO AGR͍COLA: AS FAZENDASMODELO EM MINAS GERAIS (1906-1915). Cadernos De História Da Educação, 12(1). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/22900
Seção
Artigos