AS ESCOLAS ISOLADAS NAS DÉCADAS INICIAIS DO SÉCULO XX: O ESTUDO DE UMA INSTITUIÇÃO

Main Article Content

Juliana Goretti Aparecida Braga Viega
Ana Maria de Oliveira Galvão

Resumo

Este artigo objetiva descrever e analisar o tipo de avaliação elaborado pelas autoridades educacionais de Minas Gerais sobre as escolas isoladas, no início do século XX, por meio do estudo de uma instituição, o Externato Nossa Senhora Auxiliadora, criado pela Congregação Salesiana, em Cachoeira do Campo, distrito de Ouro Preto. Investigamos como se organizava e que características tinham o ensino, em especial, da leitura e da escrita, na escola em questão, nos anos de 1910 a 1914. Analisamos, por meio de dados colhidos em relatórios de inspetores escolares, nossa principal fonte, o currículo da instituição; sua estrutura física; o material didático; o perfil do corpo docente; o sistema de avaliação; o desempenho escolar dos alunos. A partir dos indícios encontrados, constatamos que, embora fosse uma escola isolada em um momento em que os grupos escolares se impunham, no discurso oficial, como a instituição educacional que materializava os ideais republicados, o Externato era bem avaliado pelos inspetores que o vistoriavam. Acreditamos que a realização de estudos de natureza semelhante ao que discutimos neste artigo pode auxiliar na complexificação do lugar ocupado pelas escolas isoladas na educação brasileira, no início do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Viega, J. G. A. B., & Galvão, A. M. de O. (2013). AS ESCOLAS ISOLADAS NAS DÉCADAS INICIAIS DO SÉCULO XX: O ESTUDO DE UMA INSTITUIÇÃO. Cadernos De História Da Educação, 11(2). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/che/article/view/21708
Seção
Artigos