Inimigos Artificiais: 1968 nas crônicas de Carlinhos Oliveira e Nelson Rodrigues

  • Jean Carllo de Souza Silva

Resumo

Este artigo trata brevemente sobre 1968 na perspectiva dos cronistas Carlinhos Oliveira e Nelson Rodrigues. Pretendemos com isso salientar como cada qual em um veículo, cada qual com perspectivas políticas e expectativas acerca do presente e do futuro distintas, cada qual entrincheirado em suas compreensões sobre o existir e o viver e, claro, a defender o seu quinhão no campo da intelectualidade perceberam e narraram alguns acontecimentos de um ano que se tornou emblemático para a memória social do século XX.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-06-17
Seção
Artigos