Museus, modernidade e colonialidade

  • Renata Silva Almendra
Palavras-chave: Museus, Modernidade, Colonialidade, Memória, Comunidade

Resumo

O presente artigo objetiva fazer uma breve reflexão sobre as instituições museológicas no contexto atual e os novos rumos tomados pelos museus nas últimas décadas a partir dos debates Pós-Coloniais, Decoloniais e da Museologia Social. Inicialmente, o trabalho apresenta a criação de museus na modernidade, comprometidos com a construção de identidades nacionais e narrativas históricas totalizantes para relatar a grandeza das nações, o que levou a um silenciamento de povos e culturas que se encontravam à margem de uma história imperialista hegemônica. A segunda parte mostra uma virada epistemológica que culminou no alargamento do conceito de museu, além do esforço de movimentos sociais e comunidades em garantir o seu direito à memória e a elaboração de suas narrativas históricas próprias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Silva Almendra
Doutoranda do Programa de pós-graduação em História da Universidade de Brasília e servidora do Instituto Brasileiro de Museus
Publicado
2017-07-04
Seção
Dossiê